São Petersburgo ganhará dois estádios para campeonatos internacionais

Projeto de estádio principal do Zenit se estende desde 2006 Foto: PhotoXPress

Projeto de estádio principal do Zenit se estende desde 2006 Foto: PhotoXPress

Nova sede do Zenit São Petersburgo vai receber semifinal da Copa 2018. Porém, enquanto projeto ambicioso não dá sinais de avanço, estádio menor será erguido em apenas 10 meses.

“Estamos preocupados com a construção tão lenta do Gazprom-Arena, que está sob responsabilidade da prefeitura”, admitiu recentemente o diretor-geral do Zenit, Maksim Mitrofanov. Como a Arena-Gazprom será um dos principais estádios para a Copa do Mundo de 2018, o estádio deve ter capacidade de pelo menos 60 mil espectadores.

O prazo da construção do novo estádio foi adiado 19 vezes e, com cada nova data de abertura, o seu valor final também cresceu. Quando o projeto foi lançado pela ex-prefeita de São Petersburgo, Valentina Matvienko, em 2006, estimava-se um custo de US$250 milhões. Porém, as novas previsões de gasto já ultrapassam US$ 1 bilhão.

“O estádio será entregue em julho de 2016. A previsão atual de US$ 1,1 bilhão poderá até pode ser corregida, mas apenas para baixo”, garante Anastassia Gordeeva, chefe de assessoria de imprensa da Transtroy, principal empresa envolvida nas obras. Os funcionários da Transtroy criticaram a “má qualidade” da estrutura desenvolvida pela construtora anterior, a Avant.

De acordo com o consultor da Fifa para o Leste Europeu e Ásia Central, Váleri Tchukhri, o estádio em São Petersburgo pode se tornar o mais caro da história do futebol. “Pelo que vi, o custo dessa arena excederá o gasto da reconstrução do estádio Wembley, em Londres [USS 1,57 bilhão]”, disse Tchukhri à Gazeta Russa. “Costumo ir à Rússia e não sinto nenhuma dinâmica na construção dos estádios para a Copa do Mundo.” 

A representante da empreiteira justifica que os investimentos vão permitir criar um estádio supermoderno. “Será equipado com teleférico que vai ligar a região insular de Krestovski, onde estará a nova arena, a outras áreas da cidade”, adianta.

Zenit 2.0

A capital cultural da Rússia vai ganhar ainda outro estádio no ano que vem. O Zenit-2 terá capacidade de 25 mil espectadores e grama artificial. Para evitar os problemas do estádio principal, as obras ficarão sob responsabilidade da empresa suíça Nussli, conhecida por construir instalações esportivas em tempos recordes. Segundo os representantes da Nussli, o projeto será totalmente desenvolvido em até 10 meses.

A nova arena será projetada para os jogos da segunda equipe do Zenit, embora o estádio atenda a todas as exigências da Fifa e da Uefa. Por isso, acredita-se que o estádio possa receber jogos de torneios internacionais, como a Liga dos Campeões. “Esta temporada tem mostrado que na Rússia não há estádios de reserva. Esse estádio com disponibilidade para 25 mil espectadores será como bom não só para o Zenit, mas para todo o futebol russo”, diz Mitrofanov.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.