País espera um milhão de visitantes na Copa 2018

Kazan é uma das cidades russas que está com preparativos avançados para receber a Copa 2018 Foto: ITAR-TASS

Kazan é uma das cidades russas que está com preparativos avançados para receber a Copa 2018 Foto: ITAR-TASS

Apenas quatro cidades-sede têm capacidade de hotel para receber o número de torcedores do evento.

O comitê de organização da Copa do Mundo 2018 espera até um milhão de turistas estrangeiros para visitar a competição na Rússia. “Prevemos até um milhão de visitantes, já que 3,2 milhões de ingressos estarão disponíveis para venda”, disse Aleksêi Sorokin, diretor-geral do comitê, à agência de notícias ITAR-TASS.

Ele acrescentou que apenas Moscou, São Petersburgo, Kazan e Iekaterinburgo têm capacidade de hotel em conformidade com as exigências de Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa).

“Não vejo nenhuma dificuldade insolúvel frente à Copa do Mundo. Mas o número de quartos de hotel ainda é um desafio para nós”, admitiu Sorokin. “As exigências da Fifa são muito rigorosas a esse respeito. Sinceramente, nem todas as cidades russas conseguiram cumpri-las.”

No entanto, acrescentou Sorokin, isso não significa que as empresas do rumo estão defasadas, já que o número de hotéis era adequado ao atual fluxo de turistas. O  desenvolvimento do setor hoteleiro carece de atenção especial, e o campeonato “pode representar um bom impulso”, disse Sorokin.

Se necessário, o Estado passará a regulamentar as políticas de preços de hotéis pelo período da Copa do Mundo 2018. Essa possibilidade está prevista na legislação do concurso, já que havia intenção de elevar os preços durante o campeonato mundial. Ele acrescentou que a mesma regra também pode ser aplicada nos Jogos Olímpicos de Inverno 2014, em Sôtchi. “Os preços devem ser mantidos dentro dos limites normais de mercado para evitar uma onda de especulação súbita”, disse Sorokin.

Ele citou a Copa da UEFA 2012 na Ucrânia como um exemplo, quando, de acordo com alguns relatos, os quartos de 30 dólares foram reservados por até mil dólares, o que assustou os torcedores. “A prática dos cambistas também deve ser evitado de todos os jeitos", finalizou o diretor do comitê.

 

Publicado pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.