Rússia lidera classificação geral por equipe na Copa do Mundo de Natação

Iúlia Efímova (dir.) conquistou ouro nos 200m peito Foto: ITAR-TASS

Iúlia Efímova (dir.) conquistou ouro nos 200m peito Foto: ITAR-TASS

Nos dias 12 e 13 de outubro, seleção russa somou sete ouros e estabeleceu dois recordes mundiais na etapa de Moscou disputada em piscina curta (25 m). Próxima rodada será realizada em Dubai na quinta e sexta-feira desta semana.

Nos dois dias de competição em Moscou, cidade que recebe a terceira das oito etapas da Copa do Mundo de Natação, os russos conquistaram sete medalhas de ouro, quatro de prata e nove de bronze, além de dois recordes mundiais nos dois revezamentos livres mistos (4x50m e 4x100m), liderando, assim, a classificação geral por equipe.

Primeiro foi a vez de Vladímir Morozov, que venceu os 50m e 100m livre, bem como os 100m medley. Morozov quase superou o atual recorde mundial nos 50m livre, mas, por apenas 29 centésimos, não conseguiu quebrar a marca que pertence ao sul-africano Roland Schoeman desde 2009.

Os outros quatro ouros foram conquistados por Iúlia Efímova nos 200m peito, Viatcheslav Sinkévitch na prova de 200m peito, e pelas equipes russas nos revezamentos 4x50m e 4x100m livres mistos.

Maiô verde-amarelo

O Brasil encerrou a etapa de Moscou com 3 medalhas. O nadador Lucas Kanieski, que está tentando garantir presença nos Jogos Olímpicos de 2016, conquistou o bronze nos 400m livre e a prata nos 1500m livre masculino. Já a equipe composta por Felipe Martins, Gustavo Godoy, Roberta Albino e Carolina Bergamashi levou o segundo lugar no revezamento 4x50m livre misto.

Porém, a terceira etapa da Copa do Mundo não foi só bem sucedida para os nadadores russos. Pela primeira vez na história, o Complexo Aquático Olimpiski teve as arquibancadas cheias. “Fico feliz em saber que conseguimos atrair torcida. É sempre bom atuar em casa com as arquibancadas cheias”, declarou o presidente da Federação Russa de Natação, Vladímir Sálnikov.

Entre os outros destaque do campeonato estão a húngara Katinka Hoshsu, primeira colocada no ranking mundial de natação, os sul-africanos Chad le Clos e Roland Shuman, a sueca Sarah Sjöström, a ucraniana Darina Zévina e a lituana Ruta Meylyutite, de apenas 16 anos.

As duas próximas etapas serão disputadas em Dubai, nos dias 17 e 18 outubro, e Doha, nos dias 20 e 21 de outubro. Durante o mês de novembro, acontecerão as últimas três fases do campeonato em Singapura (5 e 6), Tóquio (9 e 10) e Pequim (13 e 14).

 

Com informações da agência de notícias RIA Nóvosti 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.