São Petersburgo entra na disputa para sediar partidas da Eurocopa 2020

São Petersburgo foi escolhida por melhor preencher os critérios da Uefa do que as demais cidades do país Foto: Lori / Legion Media

São Petersburgo foi escolhida por melhor preencher os critérios da Uefa do que as demais cidades do país Foto: Lori / Legion Media

Cidade foi escolhida por melhor preencher os critérios da Uefa do que as demais cidades do país; campeonato europeu de 2020 será disputado em 13 cidades do continente.

São Petersburgo quer receber quatro partidas do campeonato europeu de futebol de 2020, que será disputado em 13 cidades do continente. Também estão na disputa Minsk, capital da Bielorrússia, Bruxelas, Sofia, Lyon, Munique, Budapeste, Jerusalém, Amsterdã, Belgrado, Basileia, Istambul, Kiev e Donetsk.

No dia 12 de setembro, a UFR (União de Futebol da Rússia) decidiu formalizar a intenção da cidade de se candidatar para sediar quatro partidas da competição: três na fase de grupos e uma na fase de mata-mata, nas quartas ou nas oitavas de final.

A cidade foi escolhida por melhor preencher os critérios da Uefa do que as demais cidades do país.

"Outras cidades poderiam reivindicar, no máximo, dois dos treze pacotes de jogos, enquanto São Petersburgo reivindica doze", disse o diretor executivo da UFR, Aleksandr Alaev.

"O estádio peterburguense tem capacidade para 70 mil pessoas e pode, portanto, receber partidas das quartas de final. Por isso, faremos o possível para obter o direito de sediar partidas do mais alto nível", completou.

Alaev também explicou por que a UFR não fez questão de receber as partidas da semifinal e final da Copa. O detalhe é que, dois anos antes, ou seja, em 2018, São Petersburgo vai sediar as partidas da semifinal da Copa do Mundo. Portanto, a probabilidade de a cidade sediar as semifinais de duas grandes competições consecutivas é muito pequena.

Em 2012, o comitê executivo da Uefa, presidido por Michel Platini, adotou o slogan Euro para a Europa, decidindo realizar as partidas da fase final da Eurocopa 2020 em 13 cidades europeias. A mudança do formato da competição, o aumento do número de equipes  participantes (de 16 para 24), as comemorações dos 60 anos da competição em 2020 e o desejo de não sobrecarregar o país anfitrião foram os principais motivos que levaram a Uefa a tomar essa decisão. A lista de cidades candidatas será aprovada em uma reunião do comitê executivo da Uefa nos dias 19 e 20 de setembro em Dubrovnik, na Croácia, enquanto a das cidades escolhidas será divulgada em setembro de 2014.

 

Publicado originalmente pelo Kommersant

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.