Saiba quanto vai custar assistir às Olimpíadas de Sôtchi

Os estrangeiros que pretendam visitar Sôtchi não necessitam esperar pelo final do verão. A lista das distribuidoras de ingressos autorizadas pode ser consultada no mesmo site tickets.sochi2014.com Photo: Photoshot / Vostock photo

Os estrangeiros que pretendam visitar Sôtchi não necessitam esperar pelo final do verão. A lista das distribuidoras de ingressos autorizadas pode ser consultada no mesmo site tickets.sochi2014.com Photo: Photoshot / Vostock photo

De ingressos à passagem área, preços costumam subir durante este tipo de vento; governo promete monitorar.

A venda de pacotes turísticos para as Olimpíadas é prática comum ao redor do mundo. O preço depende do tipo de evento esportivo. Assim, nas Jogos de Inverno de Sôtchi, assistir às provas de hóquei com hotel três estrelas incluído por quatro noites custará cerca de € 14 mil para duas pessoas (passagem aérea não incluída).

Durante os Jogos de Vancouver, por exemplo, a empresa Dash Tour vendeu pacotes por US$ 22,1 mil, sendo que o preço incluía já o custo da passagem aérea a partir de qualquer cidade dos EUA ou do Canadá e 18 noites em um hotel quatro estrelas.

No entanto, neste caso, a empresa não disponibilizava os ingressos para as competições. Já em Pequim, por US$ 16 mil, as operadoras locais ofereciam  passagem aérea, alojamento em hotel (o número de dias dependia da categoria do hotel) e um bilhete por dia para as competições.

Lugar na arquibancada

Os cidadãos russos poderão comprar ingressos no site oficial dos jogos (tickets.sochi2014.com), mas as vendas só serão liberadas depois do final do verão.

Os preços de alguns eventos, no entanto, já foram divulgados –o ingresso para assistir à cerimônia de abertura custará entre US$ 200 e US$ 1.500 dólares. O encerramento será mais barato, com ingressos entre US$ 150 e US$ 1.200. Os ingressos para as competições poderão ser adquiridos a partir de US$ 16 para competições nas montanhas, como esqui, e a partir de US$ 30 para a área costeira, onde ocorrem os esportes sobre o gelo.

O ingresso mais caro é o do hóquei: o prazer de assistir à final custará entre US$ 220 e US$ 1.070. Para assistir às apresentações de patinação artística o espectador terá de desembolsar entre US$ 150 e US$ 720. Segundo os organizadores, o preço de mais de 40% dos ingressos será inferior a US$ 100 e metade será inferior a US$ 160.

Os estrangeiros que pretendam visitar Sôtchi não necessitam esperar pelo final do verão. A lista das distribuidoras de ingressos autorizadas pode ser consultada no mesmo site tickets.sochi2014.com. Uma das distribuidoras internacionais, a cosport.com, disponibiliza bilhetes para as competições da montanha por acessíveis US$ 41 para assistir ao bobsled e US$ 145 para o biatlo. No entanto, não há ingressos para a cerimônia de abertura –para assistir ao encerramento, o preço é de US$ 1.379.

Histórico

Em Londres, durante os Jogos Olímpicos de 2012, o preço dos ingressos variava de US$ 32 a US$ 3.120. Em uma série de competições ao ar livre a entrada era gratuita. O jogo final do torneio de futebol teve ingressos entre US$ 64 e US$ 296.

Nos Jogos de Inverno de Vancouver, em 2010, o preço mais baixo dos ingressos foi  de US$ 25 –para a cerimônia de abertura, oscilou entre US$ 175 e US$ 1.100, e para a cerimônia de encerramento de US$ 175 a US$ 775 dólares. O preço de metade dos ingressos foi inferior a US$ 100.

Em Pequim, em 2008, o ingresso mais caro foi o da cerimônia de abertura (US$ 650) e encerramento (US$ 390). Na maioria das competições os preços dos assentos nas arquibancadas não ultrapassou os US$ 20.

Hotel

O governo russo promete monitorar o preço cobrado pelos hotéis durante as Olimpíadas. Já foram, inclusive, aprovados os preços máximos para o período da competição num decreto assinado em dezembro de 2012 pelo primeiro-ministro Dmítri Medvedev. De acordo com o documento, a diária de um quarto duplo em Sôtchi em um hotel de categoria mínima (uma ou duas estrelas) não poderá custar oficialmente mais do que US$ 145; em um hotel de três estrelas não poderá ser mais do que US$ 180; em um de quatro estrelas não mais do que US$ 204 e em um hotel de luxo, não poderá ultrapassar os US$ 332.

Em Vancouver, durante as competições, o serviço hoteleiro aumentou os preços em média entre 30% e 40% (o preço mínimo de uma diária era de US$ 300 para uma reserva tardia). Em Londres, antes do início das Olimpíadas, o preço da diária de hotel aumentou três vezes. Em Pequim, os proprietários dos hotéis aumentaram os preços entre quatro e dez vezes. No entanto, quem desejasse poderia encontrar opções baratas: no Olympic Family Hotels, por exemplo, a diária custava entre US$ 50 e US$ 80.

Passagens aéreas

Um dos maiores inconvenientes para os amantes do esporte que pensam visitar Sôtchi é a falta de voos internacionais diretos para a cidade. Voo direto só será possível para quem embarcar em uma das capitais dos países da Comunidade dos Estados Independentes ou na Turquia. Em todos os outros casos terá que ser feita uma conexão em Moscou ou São Petersburgo.

De Moscou para Sôtchi há o serviço das companhias aéreas locais (S7, Aeroflot). De acordo com o sistema de reservas skyscanner.com, os preços das passagens para fevereiro ainda não aumentaram: a viagem só de ida custa entre US$ 130 e US$ 180.

Quem desejar, pode ir de trem: mas se você gosta do conforto, a opção mais barata sai a partir de US$ 80 só ida. Pelo serviço intermediário, o valor sai a partir de US$ 160 e pelo serviço de luxo, US$ 330. Estes são os preços das passagens para as datas mais próximas. Por enquanto, ainda é desconhecido em quanto a empresa de ferrovias russa vai aumentar as passagens antes dos Jogos: o prazo máximo para a compra de um bilhete de trem é de 45 dias antes da data da partida.

No entanto, o governo russo se comprometeu a impedir o aumento das tarifas. A ideia foi apresentada pelo prefeito de Sôtchi, Anatóli Pakhomov, e tem o apoio do vice-primeiro ministro Dmítri Kozak. Ele prometeu que o governo vai procurar formas legítimas para regular os preços das viagens durante os dias das competições.

Como tem mostrado a prática, as operadoras aéreas costumam até dobrar os preços dos voos para as cidades que sediam as Olimpíadas dependendo do momento em que a reserva é feita.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.