Vagner Love troca CSKA Moscou pelo clube chinês Shandong Luneng

Clube chinês já vinha negociando o passe do jogador há três meses Foto: AP

Clube chinês já vinha negociando o passe do jogador há três meses Foto: AP

Transferência do atacante brasileiro é estimada em 12 de milhões de euros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O estrangeiro que mais sucesso teve na história do futebol russo, o atacante Vagner Love, 29 anos, anunciou nesta terça-feira (23) a sua transferência para o clube chinês Shandong Luneng.

A equipe da cidade de Jinan, na província de Shandong, está conduzindo uma agressiva política de transferências, após o conhecido treinador sérvio Radomir Antic ter assumido o comando. Além de Vagner Love, o clube já comprou o brasileiro Gilberto Macena e o romeno Marius Niculae.

O acordo sobre a transferência de Vagner Love aconteceu durante a passagem do CSKA pela China, entre 28 de junho e 4 de julho. Apesar de os clubes manterem o valor da transação em segrego, estima-se que um valor na faixa de 12 milhões de euros.

A saída do jogador foi avaliada por especialistas sob dois pontos de vista. Por um lado, o clube de Moscou ganhou uma soma considerável, já que o brasileiro regressou ao CSKA, em janeiro passado, a custo zero. Aliás, o Flamengo ainda ficou devendo cerca de 6 milhões de euros ao CSKA.

Por outro lado, a partir de setembro, o CSKA vai participar na fase de grupos da Liga dos Campeões, e a perda de um líder como Vagner Love vai reduzir a capacidade competitiva do clube. Ao longo de sua carreira no CSKA, o jogador permitiu à equipe voltar aos grupos de finalistas e até ganhar uma Taça da UEFA.

“O regresso de Vagner no ano passado foi muito proveitoso para a equipe. Ele é um líder nato, mas agora decidiu testar as suas forças na China, onde há grandes jogadores atualmente, e merece o respeito de todos”, declarou o ex-treinador do clube moscovita, Boris Ignatiev, que já trabalhou no clube chinês Shandong Luneng em 2001 e 2002.

Em compensação, o também ex-treinador de CSKA e atual presidente do Alânia, Váleri Gazzaev.

lembra-se da atitude inconstante do jogador. “Vagner é um futebolista excelente, como era evidente quando atuava pela seleção do Brasil. Mas ele sente muita saudades da sua terra. Foi por isso que ele pediu que o deixassem partir para o Brasil, primeiro para o Palmeiras, depois para o Flamengo”, disse Gazzaev, que foi responsável pela transferência do atacante para a Rússia em 2002.

Vagner Love pode estrear já no próximo jogo da sua nova equipe Shandong Luneng, que foi campeã da China por quatro vezes. O treinador sérvio Radomir Antic, que já passou por clubes como o Real Madrid, Atlético e Barcelona, está no comando técnico da equipe desde o início deste ano.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.