Seleção russa conquista sete ouros no primeiro dia da Universíada

Cerimônia de abertura da Universíada teve efeitos 3D e longas projeções de vídeos Foto: RIA Nóvosti

Cerimônia de abertura da Universíada teve efeitos 3D e longas projeções de vídeos Foto: RIA Nóvosti

Evento esportivo em Kazan começou neste sábado (6) com grande cerimônia aberta pelo presidente Vladímir Pútin.

Foto: Konstantin Zavrájin, Serguêi Savistianov / Rossiyskaya Gazeta

A seleção da Rússia terminou o primeiro dia da Universíada na posição de líder da contagem não oficial de medalhas. No ativo da seleção nacional estão 7 medalhas de ouro, 2 de prata e 8 de bronze. Atrás da Rússia estão as equipes da Coreia, China e Japão. As medalhas de ouro foram conquistadas nas seguintes modalidades: cinto de wrestling, arremesso de peso, ginástica artística, esgrima e mergulho.

Na noite de sábado para domingo, o presidente russo Vladímir Pútin abriu solenemente os Jogos Estudantis no estádio Kazan-Arena, diante de mais de 45 mil espectadores. A cerimônia de abertura da 27ª Universíada Mundial de Verão, em Kazan, retratou as várias fases da história da Rússia, os períodos do desenvolvimento da literatura, da cultura e da tecnologia no país e também demonstrou as etapas de formação do povo tártaro.

Um vídeo com o nome simbólico “Kazan, coração do Volga” introduziu a capital da  Universíada, e a continuação do relato sobre a cidade com mais de mil anos de história foi dividida em seis contos.

A delegação da Albânia abriu o desfile solene dos atletas, mas as equipes mais numerosas eram as dos EUA, China, Canadá, Brasil, Japão e, é claro, Rússia. Os atletas russos, cuja coluna era liderada pelo halterofilista Dmítri Khomiakov, fecharam o desfile, conforme a tradição.

Depois de fazer o juramento solene em nome dos atletas e juízes, Pútin declarou aberta a  27ª Universíada Mundial de Verão, em Kazan.

As competições em 27 modalidades esportivas, das quais participarão mais de 13 mil atletas de 162 países, serão encerradas  no próximo dia 17.

 

Com materiais das agências Itar-Tass e RIA Nóvosti e do jornal Kommersant

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.