Seleção da Rússia vence o Campeonato Europeu de Equipes de Atletismo

No último domingo (23), a seleção russa, mais uma vez, sagrou-se campeã, com 22 medalhas– dez ouros, oito pratas e quatro bronzes Foto: AP

No último domingo (23), a seleção russa, mais uma vez, sagrou-se campeã, com 22 medalhas– dez ouros, oito pratas e quatro bronzes Foto: AP

País levou equipe mista para o Reino Unido. Principais atletas estão se preparando para o Campeonato Mundial, que será realizado em agosto, em Moscou.

Neste ano, a seleção da Rússia de atletismo defendeu o título de melhor equipe de atletismo do continente no Campeonato Europeu de Equipes na cidade britânica de Gateshead.

No último domingo (23), a seleção, mais uma vez, sagrou-se campeã, com 22 medalhas– dez ouros, oito pratas e quatro bronzes. Em segundo lugar ficaram os alemães e em terceiro, os anfitriões britânicos.

Vale lembrar que equipe russa se apresentou em Gateshead com uma composição mista –os principais atletas estão se preparando para o Campeonato Mundial, que será realizado em agosto, em Moscou.

No entanto, algumas estrelas russas acabaram competindo, entre elas Aleksander Menkov, que obteve mais uma vitória no salto em distância. Na corrida dos 110 metros com barreiras, Serguêi Shubenkov conquistou o primeiro lugar. O capitão da seleção superou a distância em 13,19 segundos.

"Planejava executar mais rapidamente, mas esbarrei em um obstáculo, e todo o equipamento quebrou”,  admitiu o atleta ao site oficial da Federação de Atletismo. “Mas, assim mesmo, apresentei o melhor resultado da temporada.”

O lançador de dardos Dmítri Tarabin e a saltadora Maria Kuchina também tiveram excelente atuação no campeonato. Ambos saíram vitoriosos, batendo recordes individuais.

"Lutei por meu país e estou muito feliz por ter conseguido trazer 12 pontos para a equipe”, observou Tarabin. “No fim de contas, a minha vitória foi decisiva: foi graças a ela que conseguimos ultrapassar os alemães".

Daria Klishina ficou em segundo lugar no salto a distância.

"É muito decepcionante perder por apenas um centímetro”, declarou Klishina. “Eu estava preparada para me apresentar na chuva, mas estava muito frio. Bem, eu estou insatisfeita com o meu resultado. Sei que posso pular muito melhor. Espero que esteja calor em Moscou. Vamos batalhar e acertar os ponteiros."

De acordo com a treinadora sênior da seleção da Rússia, Valentina Maslakova, os atletas que se apresentaram no torneio formam a espinha dorsal da equipe dos Jogos Olímpicos de 2016.

"Neste ano pós-olímpico, estamos ocupados em buscas e experiências”, disse Maslakova à agência de informação esportiva “Todo o Esporte”. “Uma coisa dá certo, outra não, mas o processo do trabalho está sendo realizado. Adiante temos a Universíada, em Kazan, e o Campeonato Mundial, em Moscou, mas desde já está claro que, quanto ao Atletismo, estamos bem".

Em 2009, os Campeonatos de Equipe substituíram a Copa da Europa –assim, 50 países do continente constituem quatro ligas e em cada uma  das quais é realizado um campeonato em separado. Nas competições não está prevista uma classificação independente para equipes masculinas e femininas. Apenas o resultado final conjunto tem peso.

 

Publicado originalmente pela Gazeta.ru

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.