Clubes de futebol russos poderão bordar estrelas nas camisas

Clube detentor de cinco títulos como campeão da Rússia e/ou da União Soviética poderá bordar uma estrela na camisa Foto: Kommersant

Clube detentor de cinco títulos como campeão da Rússia e/ou da União Soviética poderá bordar uma estrela na camisa Foto: Kommersant

Time detentor de cinco títulos como campeão da Rússia e/ou da União Soviética poderá bordar uma estrela nas camisas.

A primeira divisão do futebol russo decidiu em assembleia geral que os clubes com cinco ou mais títulos nacionais poderão bordar estrelas nas camisas.

No próximo campeonato, que inicia no dia 14 de julho, os clubes que desejarem já poderão adotar a mudança.

Assim, o clube detentor de cinco títulos como campeão da Rússia e/ou da União Soviética poderá bordar uma estrela na camisa. As camisetas do Spartacus podem ser decoradas com quatro estrelas pelos 12 títulos conquistados durante a era soviética e pelos nove campeonatos na Rússia.

O Dinamo de Moscou terá duas estrelas por 11 títulos da época da URSS, assim como o CSKA (sete títulos de campeões na USSR e quatro vitórias no campeonato da Rússia).

O clube Locomotiv de Moscou e o Rubin Kazan, detentores de dois títulos da na Rússia, ainda precisam vencer três campeonatos cada para conseguir a primeira estrela. Ao Zenith, de São Petersburgo, detentor de quatro títulos (um  dos quais conquistado durante a era soviética), falta uma vitória no campeonato nacional.

Outros países

O alemão Bayern de Munique, 23 vezes campeão alemão e 5 vezes campeão europeu, borda 4 estrelas na sua camisa. Cada clube alemão tem direito à primeira estrela após a terceira vitória no campeonato nacional, à segunda estrela após a quinta vitória; à terceira, após a décima vitória e à quarta, depois de conquistar 20 títulos. A quinta estrela do Bayern surgirá quando o clube for campeão  da Alemanha pela 30 ͣ  vez.

Já o italiano Juventus desistiu das estrelas nas camisas novas. Oficialmente, o clube tem 29 títulos italianos e mais dois (campeonatos de 2004/05 e 2005/06) que foram retirados do clube pela participação em jogos de resultados combinados.

A administração do Juventus decidiu não colocar as três estrelas (uma estrela para cada 10 títulos) expressando, assim, a sua desaprovação silenciosa da versão oficial da Federação Italiana de Futebol sobre o número de campeonatos ganhos pelo clube.

 

Publicado originalmente pelo “Kommersant

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.