Passe de Love agora tem o mesmo valor do de Hulk

Love voltou ao clube russo devido a problemas financeiros no Flamego. Foto: RIA Nóvosti

Love voltou ao clube russo devido a problemas financeiros no Flamego. Foto: RIA Nóvosti

Clube moscovita CSKA supervalorizou o passe de Love em US$ 50 milhões para mantê-lo no time.

Ao assinar contrato com o brasileiro Vagner Love em janeiro de 2013, a direção do CSKA incluiu uma cláusula determinando que o valor passe do atacante para outros times no período será de US$ 50 milhões, declarou o porta-voz do clube moscovita.  

Love voltou ao clube russo devido a problemas financeiros no Flamego, para o qual ele voltou a jogar no início do ano passado. O Flamengo fechou por US$ 10 milhões a volta de Love, que estava em poder da equipe russa, mas não quitou o pagamento. Assim, o brasileiro assinou um contrato de 3,5 anos com o CSKA em janeiro deste ano.

De acordo com as informações do jornal Izvéstia, além do salário anual, Love recebeu um bônus de quase US$ 1,5 milhão para assinar um contrato que valorizará seu passe em cinco vezes. Assim, o time que quiser adquirir o passe de Love terá que pagar US$ 50 milhões ao CSKA.

O diretor de relações públicas do CSKA, Serguêi Aksionov, não divulgou detalhes do acordo entre Love e o CSKA, mas disse que o clube não quer perder o atacante antes de o contrato acabar.

“As obrigações contratuais entre o clube e os jogadores são sempre estritamente confidenciais”, declarou Aksionov ao jornal Izvéstia. “Estamos interessados em contratar jogadores para um prazo determinado, não queremos perder os jogadores antes de seus contratos acabarem”, completou.

Para o comentarista esportivo Timur Ganeev, a prática de incluir recompensas nos contratos com futebolistas estrangeiros é bem-sucedida.

“Levando em conta que Vagner Love já deixou o CSKA para voltar ao Brasil várias vezes, o clube moscovita tem todo o direito de incluir no contrato esse aumento no seu passe”, disse o comentarista esportivo Timur Ganeev à Gazeta Russa.

“Além disso, o contrato proíbe que Love volte ao Brasil durante os próximos 18 meses. O aumento no valor de seu passe é apenas uma espécie de seguro para que o futebolista cumpra suas funções”, completa.

Para Valéri Massaltin, um dos maiores marcadores do clube CSKA, a volta de Love ao clube moscovita é uma boa notícia. “Sua volta não é apenas um benefício para a equipe de Leonid Slútski, mas também é boa para Love”, diz Massaltin.

“Ignorem o fato de ele não mostrar nada de especial no primeiro jogo deste ano: a situação vai melhorar no futuro. Quanto ao aumento do seu passe no contrato, acho que é uma decisão absolutamente correta. Vagner Love assinou o contrato e isso significa que ele também quer jogar na Rússia durante os próximos 3,5 anos”, completa.

A supervalorização, porém, não garante que não haverá demanda pelo jogador. “O montante de US$ 50 milhões é muito alto, mas se ele se mostrar um bom marcador, dentro desses 18 meses poderão aparecer clubes prontos para comprar seu passe”, acredita.

Vagner Love começou a jogar no CSKA em 2004, depois de deixar o Palmeiras. Logo se tornou um dos líderes da equipe. No CSKA, ele marcou 117 gols em 244 jogos, venceu dois campeonatos russos, cinco Copas da Rússia, três Supercopas e a Copa da UEFA.

Em 2009, Love retornou ao Brasil alegando motivos familiares e voltou a jogar no Palmeiras. Em 2010, tranferiu-se para o Flamengo.

O valor de seu passe é estimado em US$ 10 milhões pelo site especializado Transfermarket.De. O contrato do jogador com o CSKA termina em meados de 2016.

 

Com as agências de notícias e o jornal Izvéstia

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.