5 motivos incontestáveis para se matricular agora na Universidade Estatal de Tiumên!

Press photo
Hub de ensino superior na Sibéria, instituição oferece abordagem criativa para os estudos, além de oportunidade de integração em comunidade forte e envolvente que dá aos alunos a possibilidade de organizar sua própria trajetória educacional.

Qual é a primeira coisa que vem à mente quando um estudante cogita ingressar em uma universidade siberiana? Provavelmente o clima frio, russos durões vestindo chapéus de pele e a total ausência de pessoas que falem inglês. Se esse o seu caso, este artigo vai virar seu mundo de ponta-cabeça!

1. Muitas opções de programas de estudos, inclusive em inglês

Estudantes estrangeiros podem ingressar na Universidade Estatal de Tiumên tanto na faculdade preparatória, que oferece o estudo da língua russa e de disciplinas especializadas, quanto em programas de bacharelado e mestrado. Entre os programas de bacharelado, há cursos básicos como biologia, história, economia, humanidades, sociologia e antropologia, mas também cursos modernos como informática aplicada, estudos regionais e comunicações midiáticas. Aliás, há muitos professores internacionais, muitos dos quais concluíram o doutorado nas principais universidades do mundo.

A Universidade Estatal de Tiumên tem também programas de mestrado em inglês: ensino pedagógico experimental, cultura digital e produção de mídia, biossegurança de plantas,  bioengenharia, biologia matemática e bioinformática, análises e consultoria em relações internacionais.

Após a conclusão no mestrado, existe a possibilidade de permanecer na Universidade de Tiumên para concluir o doutorado ali. Veja a lista completa dos programas no site da Universidade: www.utmn.ru.

A Universidade Estatal de Tiumên também tem seus “greenfields”, ou seja, as instituições educacionais incipientes que impulsionam o vetor de desenvolvimento e toda a universidade, transformando-se em locomotivas da transformação. Seguindo esse modelo, a universidade tem dois “greenfields” de sucesso: o Instituto de Biologia Ecológica e Agrícola (X-Bio) e a Escola de Estudos Avançados. Esses “greenfields” agora são disseminados a outras instituições de ensino superior.

2. Uma trajetória educacional individual 

A partir de 2017, a Universidade Estatal de Tiumên implementou uma estratégia de trajetórias educacionais individuais, tornando-se uma das pioneiras na Rússia a oferecer aos estudantes liberdade para escolher o que estudar e com qual abordagem fazê-lo.

Cada aluno possui um currículo básico que inclui o estudo das matérias: a Rússia e o mundo, filosofia e tecnologia do pensamento, cultura digital, direção de projetos etc. Mas também há matérias eletivas, com as quais o aluno pode montar um programa mais específico, complementar à qualificação principal. 

"Buscamos implementar métodos e tecnologias educacionais fora do comum. Ampliamos as atividades extracurriculares dos alunos, mas também tentamos integrá-las ao processo de estudos", disse ao Russia Beyond a vice-reitora da universidade, Taissia Pogodaeva.

A educação física também figura das preocupações da reitoria. Recentemente, a Universidade Estatal de Tiumên ganhou um complexo esportivo moderno, onde os estudantes podem escolher um esporte para praticar – que é creditado na disciplina de educação física.

3. A possibilidade de aprender a língua russa e estudar em russo

Se um estudante estrangeiro ingressar em um programa educacional de inglês, ele terá aulas em língua inglesa. Metade dos alunos nessas aulas é russa e metade, estrangeira. Mas há também a maravilhosa oportunidade de estudar ali o russo como língua estrangeira.

Nesse caso, após dois anos de bacharelado, o estudante pode acrescentar quaisquer disciplinas do programa de russo ao curso eletivo - e elas são muito mais abundantes que as em inglês. Além disso, os estudantes russos estudam junto com os estrangeiros: uma oportunidade única de conviver, praticar e aprender com nativos.

4. A cidade é agradável para estudar e para viver

Para se matricular nos cursos em inglês da Universidade Estatal de Tiumên, basta preencher um formulário, descrever sua formação acadêmica, passar por exames de admissão e escolher o programa de graduação. O passo seguinte é uma entrevista.

Os estudantes estrangeiros podem viver em dormitórios universitários durante o período de seus estudos: prédios novos e cheios de conforto ​​no centro da cidade, próximo aos prédios da universidade - o mais distante fica a 30 minutos de caminhada a pé ou 10 minutos de ônibus.

Há mais de dois mil estudantes estrangeiros na Universidade de Tiumên. E a universidade dá muita importância à adaptação e integração desses estudantes. A universidade tem uma forte associação de estudantes estrangeiros com clubes de idiomas de cada país. Os estudantes não se comunicam, claro, apenas com seus compatriotas, mas também participam ativamente de eventos multiculturais.

"É importante para nós fazer com que os estudantes estrangeiros se integrem com toda a universidade, e não apenas em sejam capazes de se comunicar com alguns outros estudantes”, diz Pogodaeva.

A taxa de matrícula mínima para um ano acadêmico é de 110.000 rublos (aproximadamente US$ 1.500), podendo variar até um máximo de 280.000 rublos (aproximadamente US$ 4.000), dependendo do curso escolhido.

5. A experiência de viver na Sibéria é única

Tiumên foi a primeira cidade russa a ser fundada na Sibéria, em 1586. Ela ficava ao longo de uma estrada usada por caravanas comerciais que vinham da Ásia para Moscou e para a região do rio Volga. Agora, Tiumên está classificada entre as dez principais cidades mais confortáveis ​​e seguras da Rússia para se morar. Além disso, os escritórios das maiores empresas de petróleo e gás do país estão ficam localizados ali, o que torna a região atraente para os investidores - e oferece aos futuros graduados chances de encontrar um trabalho de prestígio.

Tiumên também é uma parada da ferrovia Transiberiana, por isso também é possível, durante as férias da universidade ou feriados, viajar por uma das atrações turísticas mais populares do mundo e explorar outras cidades da Sibéria e sua beleza estonteante. A cidade de Tobolsk, que tem um lindo Kremlin (fortaleza) fica a duas horas de trem de Tiumên. Ela costumava ser um grande centro comercial e de defesa durante os tempos de Pedro, o Grande.

E, finalmente, o aspecto mais surpreendente de Tiumên é seu clima. A cidade tem cerca de 83 dias ensolarados por ano, ou seja, um nível mais alto do que a média na Rússia. Só para se ter uma ideia, em Moscou, são apenas 72 dias os dias ensolarados, enquanto em São Petersburgo, 67. A temperatura média no inverno é de cerca de 20 graus Celsius negativos, enquanto os meses de verão permitem que você aproveite até 25 graus Celsius positivos ou mais!

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies