Rússia foi o maior comprador de ouro do mundo em 2019, segundo Banco Central

Bundesbank/Global Look Press
País consolida-se no quinto lugar do ranking dos países com as maiores reservas do metal. Os dados são do Banco Central russo.

Em 2019, a Rússia comprou 159 toneladas de ouro, elevando as reservas do metal a 2.270,56 toneladas. Graças a esse volume, o país eslavo se tornou o maior comprador de ouro monetário do ano, acumulando 20% das transações globais.

A Rússia superou a China ainda em 2018, e a diferença entre os dois países só cresce. Pequim adquiriu cerca de 100 toneladas de ouro em 2019, atingindo 1.948 toneladas.

O ranking global de reservas de ouro é liderado pelos EUA (8.133,5 toneladas), Alemanha (3.370), Itália (2.452) e França (2.436); em quinto lugar, vem a Rússia.

Como as reservas dos países líderes permanecem inalteradas há anos, não se pode descartar que a Rússia venha a subir novas posições a partir de 2020.

LEIA TAMBÉM: Onde estão as reservas de ouro da Rússia?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies