Novo Banco de Desenvolvimento do Brics investirá em parque eólico no Tatarstão

imagebroker/Lutz Gerken/Global Look Press
Condições para empréstimo serão determinadas pelo diretor do banco e pelo presidente da República do Tatarstão.

O Novo Banco de Desenvolvimento do Brics (NBD) está disposto a investir em dois projetos na República do Tatarstão, na Rússia central, segundo a diretora da Agência de Desenvolvimento de Investimentos do Tatarstão, Talia Minúllina.

O dinheiro será injetado na construção de um parque eólico e de uma fábrica de processamento de grãos.

“O presidente do Tatarstão, Rustám Minninkhanov, realizará uma visita a Xangai a convite do presidente do Novo Banco de Desenvolvimento do Brics. É um banco grande com boas condições de financiamento de projetos. Já chegamos a acordos preliminares para dois projetos", disse Minúllina.

Segundo ela, a visita da delegação do Tartaristão a Xangai será realizada em 28 de maio de 2018.

Anteriormente, a corporação estatal Rosnano também demonstrou interesse pela construção de parques eólicos no Tatarstão. No verão de 2017, a empresa recebeu o direito de construir 10 deles em seis regiões da Rússia, inclusive a que agora ganhará o financiamento.

O Novo Banco de Desenvolvimento do Brics foi criado pelos países-membros do grupo (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) em julho de 2014.

Com sede em Xangai, a instituição tem por objetivo financiar projetos infraestruturais nos próprios Brics e em outras economias emergentes.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies