Banco Central reduz taxa básica de juros

Anton Belitsky/Global Look Press
Regulador prometeu concluir transição para política monetária neutra até o final de 2018.

Nesta sexta-feira, o Banco Central da Rússia reduziu a taxa básica de juros em 0,25 pontos percentuais, chegando a 7,25%.

"A inflação anual permanece em um nível consistentemente baixo. As expectativas inflacionárias estão diminuindo gradualmente. De acordo com previsão do Banco Central, a taxa de inflação anual será de 3% a 4%, no final de 2018, e de cerca de 4%, em 2019. Nessas circunstâncias, o Banco da Rússia continuará a diminuir a taxa básica de juros e concluirá a transição para a política monetária neutra em 2018", lê-se em comunicado do Banco Central.

Segundo o regulador, fatores que foram anteriormente considerados como temporários  assumem uma natureza mais prolongada sob a influência de mudanças estruturais da economia. 

 

Em primeiro lugar, o investimento em setores agrícolas e na expansão de sua capacidade produtiva reduz a dependência das condições climáticas e contém o crescimento de preços dos alimentos.

Em segundo lugar, a regra orçamentária do Ministério das Finanças reduz a sensibilidade da economia e a taxa de câmbio do rublo quanto às mudanças do preço do petróleo.

“Tudo isso mantém a inflação em um nível baixo e reduz os riscos de grandes flutuações”, conclui o regulador.

A desaceleração da dinâmica dos preços ao consumidor reduz as expectativas de inflação da população e das empresas, o que, por sua vez, ajuda a conter a inflação.

No entanto, as expectativas de inflação ainda são altas entre a população.


Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique 
aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies