Sistema bancário russo começa a se estabilizar

Três agências melhoraram notas russas recentemente.

Três agências melhoraram notas russas recentemente.

Press Photo
Perspectiva saltou de "negativa" para "estável", segundo a Moody’s.

A agência internacional de rating Moody’s prevê um crescimento da rentabilidade dos bancos russos em 2016, apesar da deterioração da qualidade dos ativos e crescimento da inadimplência.

A decisão de elevar a previsão para o sistema bancário russo foi tomada após diversas declarações do governo e do Banco Central russo sobre um futuro apoio do Estado aos bancos.

"A lenta recuperação da economia e a estabilização dos indicadores macroeconômicos na Rússia vão manter o ambiente de trabalho para os bancos russos", lê-se em documento divulgado pela agência.

Para o analista-chefe do banco de investimentos VTB24, Stanislav Kleschev, o principal indicador da melhoria das condições financeiras no setor bancário russo foi a redução da taxa básica de juros do Banco Central, que, em setembro de 2015, caiu para 10%.

"A decisão de elevar a perspectiva para 'estável' é justificada, já que parou a desaceleração da economia e os lucros das empresas são maiores do que em 2014", diz o economista-sênior da empresa de investimentos Sberbank CIB, Anton Strutchenévski.

Em setembro de 2016, outra agência de classificação de crédito internacional, a Standard & Poor's, elevou a nota da dívida soberana da Rússia de "negativa" para "estável" devido à diminuição de riscos externos.

A agência de Fitch Ratings também elevou sua nota de "negativa" para "estável", confirmando a nota BBB-.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.