Moscou e Havana assinarão acordo de uso pacífico de energia nuclear

Acordo não englobará transferência de tecnologias nem dados qualificados como segredo de Estado

Acordo não englobará transferência de tecnologias nem dados qualificados como segredo de Estado

Jahbalaha/www.flickr.com
Documento definirá base para pesquisa conjunto no setor, incluindo medicina nuclear.

Os governos da Rússia e de Cuba vão assinar um acordo de cooperação para uso pacífico de energia nuclear, segundo resolução publicada pelo Kremlin esta semana.

As conversações com a parte cubana serão realizadas por meio da estatal nuclear russa Rosatom e do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia. Os órgãos também ficarão responsáveis pela assinatura do respectivo acordo.

O projeto de cooperação define as bases para pesquisa nuclear fundamental e aplicada, incluindo medicina nuclear, eliminação de resíduos nucleares, segurança e radiação nuclear, produção de isótopos, e treinamento de especialistas do setor nuclear.

As partes não trocarão, porém, informações relacionadas à indústria de energia nuclear que constituam segredo de Estado. Também não estará em jogo a transferência de tecnologias e equipamentos para processamento de combustível nuclear irradiado, enriquecimento isotópico de urânio, e produção de água pesada e urânio altamente enriquecido.

Publicado originalmente pela agência de notícias Tass

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?   
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.