Quatro possíveis consequências do Brexit para a economia russa

Confirmação pode fazer com que preço do petróleo e ações russas em Londres despenquem

Confirmação pode fazer com que preço do petróleo e ações russas em Londres despenquem

Reuters
Saída do Reino Unido da União Europeia pode causar turbulência na Rússia.

1. Queda dos preços do petróleo

Após a publicação dos resultados do referendo no Reino Unido, o preço do petróleo caiu mais de 5%, chegando a US$ 47,77 por barril. "Espera-se uma redução significativa da demanda por matérias-primas devido à desaceleração das principais economias europeias, nesse contexto de ruptura de laços econômicos e instabilidade do mercado financeiro", explicou Timur Nigmatúllin, analista financeiro do grupo Finam.

A possível saída do Reino Unido da União Europeia levará à redução do comércio mundial. "Atualmente os britânicos seguem o regime comercial estabelecido pela União Europeia. Assim, se o Reino Unido sair do bloco, será preciso definir uma nova regulamentação no âmbito da Organização Mundial do Comércio", explicou o representante permanente da Federação Russa na ONU em Genebra, Ígor Kupalov.

2. Saída de empresas da Bolsa de Londres

As maiores empresas russas tradicionalmente vendem suas ações na Bolsa de Londres. "Após o Brexit, muitas empresas preferirão sair da Bolsa inglesa”, acredita Nigmatúllin.

Em 2016, Moscou decidiu vender 19% das ações da maior petrolífera estatal russa, a Rosneft, que é listada na Bolsa de Londres. Nas novas condições, os diretores da empresa poderão decidir adiar a privatização ou sair da Bolsa de Londres.

Em entrevista à agência Bloomberg, Guêrman Gref, ex-ministro das Finanças e atual diretor do Sberbank, maior banco russo, declarou que devido ao Brexit o valor das empresas russas poderá cair cerca de 10%. Além da Rosneft, o governo russo pretende vender um pacote de ações da empresa de diamantes Alrosa, que também é listada na Bolsa de Londres.

3. Queda dos índices das bolsas de valores

Após a publicação dos resultados do referendo, o índice da Bolsa de Moscou caiu 5%. As ações do Sberbank caíram 10% e poderão perder mais 10% do seu valor, segundo o diretor do banco. "Durante as próximas duas ou três semanas todas as empresas russas perderão entre 5% e 10% de seu valor. Por isso, no governo russo não há uma única pessoa que aplaudiu a saída do Reino Unido da União Europeia'', declarou Gref. Para ele, a Rússia está interessada em ter a União Europeia como único parceiro comercial.

4. Possível atenuação das sanções

A única consequência positiva do Brexit para a economia russa será a possível atenuação das sanções econômicas contra o país. O Reino Unido defende firmemente a preservação das sanções, enquanto outros países, especialmente a França e a Itália, têm uma postura mais moderada.

O secretário de Estado das Relações Exteriores do Reino Unido, Philip Hammond, pediu que países da UE mantenham as sanções contra a Rússia. No entanto, segundo ele, a saída do Reino Unido do bloco provavelmente levará à atenuação dessas medidas restritivas.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?   
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.