Novo avião de passageiros MC-21 é apresentado na Sibéria

De 30 a 40% dos componentes do MC-21 são estrangeiros

De 30 a 40% dos componentes do MC-21 são estrangeiros

Aleksandr Korolkov
Rival do Boeing 737 e do A-320 no mercado interno, modelo já tem 175 unidades encomendadas. Produção em larga escala será iniciada em 2017.

Um novo avião de passageiros, o MC-21 (sigla em russo para ‘aeronaves de longo percurso do século 21’), foi apresentado esta semana na cidade siberiana de Irkutsk, a mais de 4.000 km de Moscou.

O modelo foi desenvolvido como um análogo comercialmente viável e para produção em massa de outro destaque da aviação civil russa, o Superjet, da Sukhôi.

O MC-21 está programado para substituir os modelos Tu-204 e Tu-154B/M no mercado russo, assim como os mais vendidos Boeing 737 e A-320.

A empresa já tem contratos para fornecimento de 175 aviões, incluindo à companhia aérea nacional da Rússia, Aeroflot, que se tornou seu primeiro cliente ao adquirir 50 unidades.

As dimensões do novo avião russo são as mesmas que às de seus homólogos ocidentais, com capacidade de transporte de 150 a 211 passageiros, conforme o modelo.

Os testes de voo serão realizados no final de 2016, com expectativa de produção em larga escala a partir de 2017. De 2020 em adiante, a Irkut Corporation espera fabricar anualmente cerca de 30 aviões.

 Foto: Aleksandr Korolkov/RG
 Foto: Aleksandr Korolkov/RG
 Foto: Aleksandr Korolkov/RG
 Foto: Aleksandr Korolkov/RG
Foto: Alexander Korolkov / RG
 Foto: Aleksandr Korolkov / RG
 Foto: Aleksandr Korolkov / RG
 
1/7
 

Publicado originalmente pelo jornal Rossiyskaya Gazeta

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?  
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.