Rússia devolverá impostos a turistas por meio de Tax Free

Projeto piloto terá período de testes em grandes lojas de departamentos de luxo russas.

Projeto piloto terá período de testes em grandes lojas de departamentos de luxo russas.

Ekaterina Lipatova/Kommersant
Valor mínimo para restituição será de 10 mil rublos (R$ 500).

O sistema "Tax Free", que permite que turistas estrangeiros recebam parte dos impostos pagos em produtos comprados no país, poderá entrar em funcionamento na Rússia já neste ano, de acordo com o jornal "Kommersant".

O projeto piloto contará com a participação dos maiores varejistas de luxo do país e já há negociações em andamento com os operadores "Global Blue" e "Premier Tax Free" (também conhecido por Fintrax).

O valor mínimo das compras para restituição dos impostos a turistas estrangeiros será de 10 mil rublos (cerca de R$ 500).

O projeto piloto poderá ser lançado nos maiores magazines russos: GUM,   Passagem Petrov, TsUM, Barvikha Luxury Village etc.

Após o final do preíodo de experimentação, outros estabeleciomentos poderão unir-se ao sistema tax free. Para tanto, porém, será preciso receber certificação do Ministério da Indústria e do Comércio.

Espera-se que a introdução do sistema leve a um aumento no comércio. As vantagens potenciais para a economia russa podem ser da ordem de milhões de euros, de acordo com o gerente-geral do TsUM, Aleksandr Pavlov.

Para o ministério da Finanças e a indústria do turismo russa, a restituição do imposto a estrangeiros é uma medida sem grande retorno, já que não atrai novos turistas e representa uma perda para o Orçamento.

Dois tipos de impostos diferentes são aplicados na Rússia: de 10% para produtos alimentícios e artigos infantis, e de 18% para o restante.

Para a consultoria Deloitte, a introdução do tax free no país aumentará o recolhimento sobre produtos importados e, em três anos, isso amortizará a perda de Orçamento em restituições de imposto. Isso acontecerá caso os impostos restituídos não ultrapassem os 10%.

Com informações do jornal Kommersant

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.