Premiê promete ambiente favorável a investidores estrangeiros

Medvedev: "Economia da Rússia continua aberta".

Medvedev: "Economia da Rússia continua aberta".

Reuters
Rússia quer cooperações fortes, apesar de dificuldades econômicas.

Em reunião com comissão para investimentos estrangeiros, o primeiro-ministro russo, Dmítri Medvedev, declarou que o país não planeja fechar as portas a investimentos provenientes do exterior.

“Apesar das sanções financeiras e dificuldades econômicas, queremos desenvolver as cooperações em investimento [сom empresas estrangeiras]. A economia da Rússia continua aberta”, declarou o premiê.

Segundo ele, os investidores estrangeiros podem continuar a contar com um ambiente de trabalho favorável na Rússia e realizar projetos de grande porte no país.

“O governo russo, por sua vez, deve realizar uma profunda análise de todas as aplicações de empresas estrangeiras dispostas a investir em empresas russas de importância estratégica”, disse.

“Esse tipo de cooperação econômica é benéfica para ambos os lados: as empresas russas recebem os recursos financeiros necessários, novas tecnologias, soluções de gestão e produtos inovadores, e nossos parceiros estrangeiros reforçam suas posições no mercado russo”, declarou Medvedev.

O premiê citou como exemplo o crescente interesse de investidores indianos em projetos de petróleo e gás.

Durante a reunião, Medvedev discutiu com a comissão e com Ígor Sétchin, diretor da maior petrolífera russa, a Rosneft, a determinação da empresa indiana ONGC em adquirir ações da "Vankorneft", que explora uma das maiores jazidas de petróleo e gás natural da Rússia. 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.