Síria começa a exportar frutas e vegetais para Rússia

Laranjas estão entre os principais produtos fornecidos pela Síria

Laranjas estão entre os principais produtos fornecidos pela Síria

Getty Images
Fornecimentos tentam compensar alimentos turcos proibidos desde janeiro. Má qualidade de embalagens sírias ainda é barreira para aumento do fluxo de importação.

Os produtores sírios já começaram a enviar as primeiras encomendas de frutas e legumes para a Rússia, informou o jornal “Kommersant” na terça-feira (22). A medida tenta compensar parcialmente os alimentos turcos sancionados em janeiro.

 “A nossa segunda remessa, com cerca de 3.000 toneladas de laranjas, limões, toranjas, tomate e repolho, chegou ao porto de Novorossisk, na semana passada”, diz Aslan Panesh, da Adyg-Yurak, empresa registrada na cidade russa de Maikop.

Até recentemente, a importação de entregas da Síria era realizada experimentalmente e em pequenos lotes.

As frutas e legumes sírios estão sendo vendidos por meio do centro estatal de abastecimento de Moscou e por atacadistas concentrados no sul da Rússia.

A principal barreira para as importações sírias continua sendo, entretanto, a baixa qualidade das embalagens.

“A produção de embalagem com materiais mais modernos começará na Síria em seis meses”, adianta Panesh. “Isso nos permitirá importar de 3.000 a 4000 toneladas de frutas e legumes por semana.”

A previsão dos fornecedor é que, em um futuro próximo, as importações aumentem para 5.000 toneladas semanais.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.