Governo zera imposto sobre a importação de cacau

Mesmo com tributo zero,  importação de cacau poderá cair até 30% em 2016

Mesmo com tributo zero, importação de cacau poderá cair até 30% em 2016

Reuters
Decisão foi estimulada pela queda do rublo, que elevou custo de produção de chocolate, enquanto consumo praticamente se manteve. Medida será válida até dezembro de 2017.

Enquanto os custos de produção de chocolate na Rússia continuam a subir, devido à desvalorização do rublo em relação ao dólar dos EUA e ao euro, as autoridades russas decidiram eliminar os tributos sobre a importação de pasta, manteiga e gordura de cacau.

A medida, tomada em conjunto pela Comissão Econômica da Eurásia – o órgão executivo da União Econômica da Eurásia, que inclui Rússia, Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão e Quirguistão –, terá validade até o final de 2017.

Anteriormente, o tributo sobre a importação de pasta de cacau era de 3%, e de manteiga e gordura de cacau, de 5%.

Com o aumento dos preços das ações de grãos de cacau desde o início de janeiro de 2014, os preços dos contratos para fornecimento de grãos de cacau na bolsa de valores de Londres cresceram 36%. Ao mesmo tempo, a taxa do rublo caiu quase 60% em relação ao dólar e ao euro. 

“Os produtos derivados do cacau são a principal matéria-prima para produção de chocolate. Devido à desvalorização do rublo no último ano e meio, os preços do cacau subiram quase que pela metade”, diz o analista da empresa de investimentos Finam, Timur Nigmatúllin.

“Paralelamente, a redução dos rendimentos reais leva ao declínio do consumo de bens não essenciais. O cancelamento dos impostos de importação de cacau será uma medida bastante eficaz para apoiar a indústria e manter a demanda”, acrescenta Nigmatúllin.

Segundo o diretor das operações de mercado da empresa de investimentos Freedom Finance, Gueôrgui Váschenko, apesar da medida, a produção e a importação do produto poderá diminuir 30% em 2016. “Os produtores simplesmente não podem substituir as importações”, diz.

Em meados de 2015, a Associação dos Produtores de Confeitaria da Rússia já havia solicitado ao Ministério do Desenvolvimento Econômico russo que cancelasse os tributos sobre a importação de produtos derivados do cacau.

Chocolate em números


Cerca de 50% dos produtos de confeitaria na Rússia contêm chocolate 

4,5 kg de chocolate é a média que cada cidadão russo consome ao ano

37% de aumento no preço do chocolate russo em dezembro de 2015,em comparação com o ano anterior

13% na queda de consumo de chocolate, no mesmo período anterior

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.