Novo embargo sobre frigoríficos brasileiros entra em vigor

Brasil é um dos maiores exportadores de carnes aos países da União Econômica Eurasiática  Foto: PhotoXPress

Brasil é um dos maiores exportadores de carnes aos países da União Econômica Eurasiática Foto: PhotoXPress

A partir desta terça-feira (9), carne de dez empresas está proibida de entrar na Rússia. Sete estabelecimentos inspecionados em março e que apresentaram infrações menores continuam liberados para exportar.

A partir desta terça-feira (9), dez frigoríficos brasileiros estão impedidos de exportar à Rússia, de acordo com proibição imposta pelo Rosselkhoznadzor (serviço fitossanitário russo). 

A resolução foi tomada após inspeção nos estabelecimentos em março deste ano.

"Em relação à produção de sete empresas onde, durante a inspeção, revelaram-se infrações que acarretam em riscos menores, essas mantiveram o direito de exportar à Federação da Rússia diante da condição de que eliminem as infrações verificadas", lê-se em comunicado do órgão.

O relatório de resultados da inspeção foi enviado para o Brasil, e espera-se um comentário sobre esse dentro de dois meses.

Além das novas proibições, foi mantido o embargo sobre a produção de dois estabelecimentos inspecionados anteriormente.

O Brasil é um dos maiores exportadores de carnes aos países da União Econômica Eurasiática (Rússia, Armênia, Bielorússia, Cazaquistão e Quirguistão).

 

Com material do jornal econômico RBC e do portal Regnum

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.