Rublo tem nova recuperação após aumento do preço do petróleo

Rublo pode recuar novamente se o Banco Central reduzir as taxas de juros Foto: TASS

Rublo pode recuar novamente se o Banco Central reduzir as taxas de juros Foto: TASS

Moeda russa se firmou ainda mais nesta quarta-feira (15), impulsionada pelo aumento do preço do petróleo e pelo início do período de tributação mensal, que obriga os exportadores a trocar moeda estrangeira.

No início da manhã desta quarta, o rublo estava 0,7% mais forte em relação ao dólar, que foi cotado a 50,56. A valorização em relação ao euro chegou até 1%, para 53,64.

A moeda russa foi impulsionada pelo aumento de preço do petróleo tipo Brent, que serve de referência internacional. O valor do Brent subiu 1,5%, para 59,3 dólares por barril, em um sinal de que queda da produção nos EUA.

Os analistas do banco VTB Capital garantiram que as reservas de moedas estavam se firmando com o aumento de preço do petróleo e acrescentaram que havia demanda por rublo nas bolsas de valores do país.

O período fiscal que exige que os exportadores troquem moeda estrangeira também começa hoje e, segundo os analistas, isso pode ajudar a manter o rublo nos próximos dias.

No entanto, Pável Schipalov, analista-chefe do Romanov Capital, prevê que o rublo vá provavelmente recuar novamente dentro de algumas semanas, porque “o Banco Central deve reduzir as taxas de juros em sua próxima reunião”, no dia 30 de abril.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.