Duma prestes a ratificar acordo sobre banco dos Brics

Aperto de mão entre líderes do Brics durante cúpula do grupo no Brasil, em julho de 2014 Foto: TASS

Aperto de mão entre líderes do Brics durante cúpula do grupo no Brasil, em julho de 2014 Foto: TASS

Banco de Desenvolvimento vai financiar projetos de infraestrutura e projetos de desenvolvimento sustentável nos Brics e países em desenvolvimento.

O governo russo apresentou à Duma de Estado (câmara baixa do Parlamento russo) um projeto de lei federal para a ratificação do acordo para criação do Novo Banco de Desenvolvimento, que será operado pelos países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, e África do Sul).

“O acordo prevê a criação de uma instituição financeira multilateral – o Novo Banco de Desenvolvimento –, que vai financiar projetos de infraestrutura e desenvolvimento sustentável nas nações do Brics e em países em desenvolvimento”, lê-se em nota publicada no site do governo.

O acordo sobre o banco de desenvolvimento multilateral, visto como uma alternativa ao Banco Mundial e ao Fundo Monetário Internacional, foi assinado durante a 6ª Cúpula dos Brics, em julho de 2014.

A iniciativa partiu dos próprios Brics, que ficarão responsáveis pela administração do banco. Embora o primeiro presidente do banco seja indiano, a liderança será alternada entre as nações do grupo a cada cinco anos.

Com sede em Xangai, na China, vai iniciar as operações com capital autorizado de US$ 100 bilhões.

O governo russo avaliou e aprovou o projeto de lei em uma reunião em 29 de janeiro.

 

Publicado originalmente pela agência Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.