Governo corta verba de estádios para a Copa de 2018

Entre as medidas abordadas, considera-se implementar alterações nos estádios Foto: PhotoXPress

Entre as medidas abordadas, considera-se implementar alterações nos estádios Foto: PhotoXPress

Na esteira da desvalorização do rublo e da crescente inflação, as autoridades russas estão considerando medidas diversas para reduzir os custos de construção dos estádios para a Copa do Mundo de 2018.

A decisão de enxugar o orçamento para o torneio foi tomada na última terça-feira (20), em uma reunião presidida pelo vice-primeiro-ministro Igor Chuvalov, que lidera o Conselho de Coordenação para os preparativos da Copa do Mundo.

Entre as medidas abordadas, considera-se implementar alterações nos estádios (com a substituição de um número de lugares fixos por temporários), alterar a inflação real em contratos com o governo para o cálculo dos preços futuros e zerar os impostos incidentes sobre materiais de construção importados.

Um total de 300 bilhões de rublos (mais de 4,5 bilhões dólares) serão destinados para a construção e reforma dos estádios.

A Rússia vai sediar a Copa do Mundo entre os dias 14 de junho e 15 de julho de 2018.

Publicado originalmente pela Voz da Rússia

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.