Unidade federativa de Níjni Novgorod busca atrair investidores estrangeiros

A cidade está localizada na intersecção de dois corredores internacionais de transporte e garante o fluxo de mercadorias em todas as direções Foto: Oleg Zoloto/RIA Nóvosti

A cidade está localizada na intersecção de dois corredores internacionais de transporte e garante o fluxo de mercadorias em todas as direções Foto: Oleg Zoloto/RIA Nóvosti

Volume de investimentos vindos do exterior já atingiu US$ 1 bilhão na região.
International Business Summit Nizhny NovgorodEm parceria com Cúpula Internacional de Negócios de Nijni Novgorod 

No início de setembro, Níjni Novgorod, a quinta cidade mais populosa da Rússia, sediará a 3a Cúpula Anual Internacional de Negócios, em um contexto de complicações geopolíticas e sanções internacionais. Em função disso, os principais temas do evento serão a substituição de importações, o desenvolvimento econômico e a atração de investimentos. Já foi anunciada a participação de representantes da Liga dos Países Árabes, Bélgica, Alemanha, Itália, França e China.

A unidade federativa de Níjni Novgorod fica a 400km de Moscou e é um centro logístico e econômico importante. Desde 2005, a região vem se desenvolvendo por meio de uma estratégia de longo prazo e muitos indicadores já estão acima da média nacional da Rússia. Segundo resultados de 2013, o índice de produção industrial da região foi 17 vezes maior do que a média do país. Em um ano, o produto regional bruto cresceu 4,2%, enquanto o PIB da Rússia cresceu 1,4%.

A cidade está localizada na intersecção de dois corredores internacionais de transporte e garante o fluxo de mercadorias em todas as direções por meio de transporte rodoviário, ferroviário e fluvial. Por isso atualmente está sendo colocada maior ênfase em projetos de infraestrutura. "Todas as regiões sabem que sem infraestrutura não pode haver clima favorável ao investimento, não pode haver grandes projetos de investimento, por isso os esforços devem concentrar-se exatamente em infraestrutura. Portanto, queremos discutir na cúpula os problemas existentes e compartilhar experiências", disse o Ministro da Política de Investimento interino de Níjni Novgorod, Iuri Groshev.

Grandes projetos

Uma série de grandes projetos já está sendo realizada, incluindo a construção de uma via expressa de contorno, na qual passará todo o transporte comercial da região. Além disso, está sendo construída uma duplicação da única ponte no Volga, o que permitirá aumentar em duas vezes a capacidade da via expressa saindo de Níjni Novgorod para o norte da Rússia. O término da obra de US$ 360 milhões (13 bilhões de rublos) está previsto para 2016.

A modernização do aeroporto da cidade foi iniciada, e planeja-se o encerramento da primeira fase até janeiro de 2016. O projeto de reconstrução da estação de trem principal também foi aprovado, com o principal objetivo de utilizar o espaço subterrâneo ao máximo, como normalmente se faz no exterior.

"Se falarmos da indústria de Níjni Novgorod, é preciso construir algumas instalações necessárias: complexo de craqueamento catalítico de petróleo em nossa refinaria Kstovski e uma grande fábrica de construção de máquinas em Níjni Novgorod. Ambos os projetos custam cerca de 45 bilhões de rublos (US$ 1,2 bilhão)", observou a chefia da unidade federativa. Em 2017, está previsto o início da construção de um complexo de processamento de alcatrão por US$ 2,6 bilhões (96 bilhões de rublos).

Incentivos para investimentos

Hoje, as regiões da Federação Russa competem seriamente entre si na luta por investimentos. A unidade federativa de Níjni Novgorod é uma das primeiras do país que promulgou leis de apoio ao investimento, à inovação, à instalação de parques tecnológicos e a parcerias público-privadas.

Agora, a região oferece aos investidores dois tipos de locais para a implantação de projetos de investimento: terrenos baldios, com todos os serviços públicos instalados (as chamadas áreas "verdes" de investimento), e áreas não utilizadas de empresas dentro de parques industriais existentes.

Níjni Novgorod oferece apoio financeiro a grandes projetos de investimento de capital intensivo e de longo prazo, conferindo-lhes status de prioritários e concedendo-lhes benefícios significativos em tributos sobre lucro e bens. Atualmente, 82 projetos de investimento são considerados prioritários na região.

São consideradas mais promissoras para o desenvolvimento a área automotiva, a indústria química e petroquímica e a metalurgia. Os incentivos foram concebidos principalmente para o fluxo de investimento e inovação precisamente nestas áreas. Desde 2006, segundo estatísticas, o volume anual de investimentos na unidade federativa aumentou quatro vezes e o volume de investimento estrangeiro aumentou dez vezes, superando hoje a cifra de US$ 1 bilhão. Na região, trabalham gigantes globais como Liebherr, Onduline, Unilin, Skoda, Volkswagen e Mercedes.

Nos últimos anos, a China se tornou um dos principais parceiros comerciais estrangeiros da região. De acordo com o Departamento de Relações Exteriores de Níjni Novgorod, a China ficou em quarto lugar em volume de comércio com a região em 2013. Segundo o Departamento Aduaneiro de Privoljski, o volume de comércio exterior com a China em 2013 foi de US$ 467,8 milhões.

 

Na preparação do material, foram utilizados dados fornecidos pela revista "Ezhegodni Mezhdunarodni Business-Summit. Ofitsialnoe izdanie".

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Conteúdo fornecido por parceiro

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.