Pôquer on-line deve ser legalizado no país

A classificação formal do pôquer como jogo de azar não impediu os russos de jogarem nas numerosas plataformas de jogo estrangeiras, nas chamadas "salas de pôquer" Foto: ITAR-TASS

A classificação formal do pôquer como jogo de azar não impediu os russos de jogarem nas numerosas plataformas de jogo estrangeiras, nas chamadas "salas de pôquer" Foto: ITAR-TASS

Governo russo pretende liberar atividade dos sites de pôquer, tornando o seu licenciamento pago. Embora capital arrecadado com impostos seja fator positivo, especialista não acredita que jogadores russos deixarão de usar plataformas estrangeiras.

Pôquer: esporte ou jogo de cartas?

O Governo pretende permitir a atividade dos sites de pôquer online, tornando o seu licenciamento pago. Qualquer pessoa que queira jogar e ganhar terá que fornecer os seus dados pessoais para pagamento de impostos que hoje passam ao lado dos serviços da Receita da Rússia. Quanto ao site propriamente dito, e de acordo com a ideia do Governo, receberá uma comissão em forma de percentagem dos montantes jogados.

Atualmente, os jogos de azar, no grupo dos quais está incluído o pôquer, estão formalmente proibidos online, uma vez que é permitido jogar apenas em uma das quatro zonas de jogo especialmente criadas para o efeito: no Extremo Oriente Russo, no Altai, perto de Kaliningrado e na costa do Cáucaso banhada pelo Mar de Azov e Mar Negro, onde, de fato, se encontra a única zona de jogo realmente funcionando, a “Azov City”. No âmbito da aprovação da nova legislação de 2009, relativa ao negócio do jogo, todos os cassinos e clubes de jogo tinham que se mudar para essas áreas especiais. Nessa altura, o pôquer foi excluído do Registro nacional como tipo de esporte, no qual havia sido inscrito dois anos antes. "Depois dos eventos relacionados com o fechamento dos cassinos, o pôquer foi erroneamente registrado como jogo", diz Kakha Kakhiani, presidente da Liga dos Amantes do Pôquer, criada na primavera de 2013.

Agora, o Ministério da Fazenda russo terá que, de acordo com as palavras da sua assessora de imprensa Elena Lachkina, "efetuar uma perícia científica e matemática que permita concluir inequivocamente se o pôquer tem ou não um caráter de jogo de azar".

Os defensores da legalização do pôquer online acreditam que pôquer não seja um jogo de azar. "O pôquer não é a roleta, não é um caça-níqueis (slot machine), onde um momento de sorte determina a vitória. O pôquer exige conhecimentos, mente analítica e um erro de cálculo sutil do adversário", diz Kakhiani. Segundo os dados do Centro Nacional de Pesquisa da Opinião Pública (VTSIOM), obtidos em 2013, 16% dos habitantes da Rússia já jogaram pôquer, sendo que 70% dessa cota está entre os jogadores online. 42% (85% entre os usuários de Internet) acham que o pôquer tem uma componente intelectual. Por fim, mais de metade dos inquiridos – 52% – acredita que os russos devem ter o direito a jogar pôquer. É normal o Governo ter encomendado precisamente ao VTSION também a elaboração desta sondagem de agora da opinião pública sobre a legalização do pôquer online.

Os nossos entre os campeões

Enquanto isso, Evguêni Atarov, conhecido jogador de pôquer e antigo assessor de imprensa da Liga do Pôquer Esportivo, não entende muito bem que tipo de legalização está em questão. "Na realidade, ninguém sentiu nenhuma proibição".

A classificação formal do pôquer como jogo de azar não impediu os russos de jogarem nas numerosas plataformas de jogo estrangeiras, nas chamadas "salas de pôquer". Na Rússia, de acordo com Atarov, as salas de pôquer não se desenvolveram não tanto por não estarem em conformidade com a lei, mas simplesmente por insuficiência de capitalização. "Ninguém impedia você de registrar salas de pôquer na Rússia. Teve até casos de russos com participação de cotas em projetos internacionais. Além disso, quase todas as grandes salas de pôquer internacionais tiveram seus representantes na Rússia".

Existem sites de pôquer online alojados em domínios «ru». Eles não disponibilizam diretamente jogo, mas oferecem serviços de reencaminhamento para populares salas de pôquer internacionais. Aliás, os administradores dos sites preferem tê-los fisicamente localizados fora da Rússia, principalmente em Chipre.

As fronteiras dos domínios na Internet, no entanto, não inibiram os russos, que rapidamente entraram para a elite do pôquer. Tendo começado no pôquer online, alguns deles se tornaram jogadores de sucesso no pôquer real. Ivan Demidov, o jogador russo mais famoso, chegou, em 2008, à final da World Series, tendo ganho no total quase US$ 5,8 milhões, e está atualmente ocupado com o próximo campeonato em Las Vegas. Aleks Kravtchenko, famoso por seu quarto lugar na World Series, ganhou US$ 1,8 milhões. No ranking mundial também figuram os nomes de Maksim Likov e Mikhail Chalamov.

A Fazenda Pública e os jogos de azar

De acordo com o portal Pôquerrus, em 2008, a receita das operadoras de pôquer a nível mundial atingiu os US$ 18 bilhões. Em 2011, o volume total do dinheiro gasto em todos os jogos de azar (a soma das apostas menos o valor dos prêmios, ou seja, o lucro das operadoras) foi, segundo dados da The Economist, de US$ 350 bilhões de dólares, dos quais US$ 50 bilhões vieram dos jogos online. O jornal Kommersant, citando suas fontes, afirma que, no caso da legalização do pôquer online, a entrega de imposto ao Estado pode, no primeiro ano, chegar aos 2 ou 3 bilhões de rublos (US$ 58 ou 85 milhões) e dentro de quatro anos pode ser superior a 5 bilhões de rublos (quase US$ 150 milhões).

Mas Evguêni Atarov duvida que aconteçam, de fato, mudanças significativas no mercado. "Nada vai mudar. Quando proibiram os cassinos, todo mundo achou que o Estado ia simplesmente monopolizá-los, mas ele nem sequer fez isso. Agora vão permitir o pôquer, mas aqueles que querem jogar vão continuar jogando em plataformas de pôquer estrangeiras e é muito pouco provável surgir alguém na Rússia que tente competir seriamente com elas. Talvez o Governo pretenda apenas trazer, pelo menos, alguma clareza à questão do pôquer. E decidir, finalmente, se ele é um esporte ou um jogo de azar", rematou Atarov.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.