Rússia ampara economia global com US$ 100 bi ao ano

Maior parte da produção russa fica restrita a territórios offshore Foto: Photoshot / Vostock-Photo

Maior parte da produção russa fica restrita a territórios offshore Foto: Photoshot / Vostock-Photo

Troca desproporcional faz com que país perca até US$ 40 bilhões em pagamento das taxas de juros.

“Vivemos em uma economia offshore, onde as indústrias prioritárias são baseadas em matérias-primas”, declarou o conselheiro presidencial Serguêi Glaziev durante o Fórum Econômico de Moscou nesta quarta-feira (26).

“Exportamos matérias-primas em troca de divisas no exterior. A metade desses recursos se acaba em algum lugar no exterior mesmo. O restante retorna ao nosso país”, continua. “Mas como não há fontes internas de crédito, em paralelo com o aumento da exportação de capital, sofremos empréstimos de importação. Assim, lançamos dinheiro barato que fluem para zonas offshore sem que as taxas de impostos e juros sejam pagas e pedimos emprestado dinheiro com altas taxas de juros.”

Essa “troca desproporcional” faz com que a Rússia perca até US$ 40 bilhões somente em pagamento das taxas de juros, segundo Glaziev.

“Existem muitas partes interessadas nesse ciclo vicioso”, diz. “A oligarquia offshore sente-se confortável com tal ciclo de capital. A maior parte da nossa produção fica restrita a territórios offshore.”

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.