Rublo atinge baixa mínima dos últimos cinco anos

Queda foi estimulada pelo Banco Central para fazer com que valor do rublo seja formado pelas forças de mercado Foto: ITAR-TASS

Queda foi estimulada pelo Banco Central para fazer com que valor do rublo seja formado pelas forças de mercado Foto: ITAR-TASS

Nesta quarta-feira (20), o rublo foi negociado pelo menor valor em cinco anos em relação ao dólar na Bolsa de Moscou. Especialistas tentaram tranquilizar os investidores, alegando que moeda vai se recuperar no futuro próximo. O euro também atingiu seu valor mais alto em relação à moeda russa (49,03 rublos).

O rublo havia caído 22 copeques para uma baixa recorde de 41,65 rublos contra a cesta de duas moedas (US$ 0,55 e EUR 0,45) às 10h34 (horário de Moscou)._

O dólar tinha atingido a sua própria alta de 35,62 rublos / US$ 1, 21 copeques a mais do valor praticado no fechamento da bolsa nesta terça-feira (19). Na manhã desta quarta, o dólar havia subido na negociação unificada para seu ponto mais alto desde março de 2009.

Maksim Chein, chefe do departamento de investimento no BKS Financial Group, explica que há várias razões por trás da queda do rublo. “Em primeiro lugar, há especuladores que jogam com as moedas de países em desenvolvimento - e o número de esquemas do gênero não é tão pequeno assim. Além disso, os bancos russos que recebem financiamento do Banco Central perderam a liquidez. Portanto, o declínio do rublo é também favorável, pois eles podem fazer dinheiro com isso”, afirma.

“Mas o principal motivo é a intenção do Banco Central de permitir a queda do rublo, que em última análise deve levar ao fato de que o valor do rublo será formado pelas forças de mercado e não vai depender do Banco Central”, acrescenta Shein.

O Banco Central empurrou a cesta de duas moedas 10 copeques a mais para 34,8-41,8 rublos na última terça-feira. Na quarta cedo, o valor da cesta estava cerca de 15 copeques a mais do limite superior do corredor.

A pressão sobre o rublo se intensificou após a notícia de que o Ministério das Finanças pretende comprar moeda estrangeira nos próximos meses. Mas especialistas afirmam que o anúncio do ministério não seria capaz de afetar o rublo.

De acordo com Maksim Petronevitch, especialista-chefe do Centro de Previsão Econômica no Gazprombank, isso acontece “porque os US$ 7 bilhões que o Ministério das Finanças pretende comprar é irrisório em comparação com o valor diário de negociação do câmbio”.

Petronevitch garante que há um fator psicológico para a presente queda, e o rublo deve se recuperar em breve. “Muito provavelmente, o rublo irá retornar à sua posição anterior. Não será surpresa se virmos 34 rublos por dólar em abril”, concorda Shein.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.