Vologda responde por 70% da produção de caviar negro no país

Foto: ITAR-TASS

Foto: ITAR-TASS

A região de Vologda, no norte da Rússia, produziu cerca de 15 toneladas de caviar negro em 2013, informou o departamento local de agricultura e alimentos. De acordo com os dados oficiais, esse volume correspondeu a 70% de toda a produção legal de caviar negro no país.

 “No ano passado, a região propôs um programa federal para 2020 a fim de desenvolver a pesca. O financiamento do projeto chegará a mais de 5 milhões de dólares”, disse o vice-governador Nikolai Guslinski à agência de notícias Itar-Tass.

A região praticamente não dispõe de reservatórios de água natural onde as espécies podem viver. Todo o caviar negro é produzido em uma única empresa, Diana, que integra o grupo Casa de Caviar Russo.

 “No presente, somos os líderes em produção de caviar de esturjão natural. Com o programa, vamos desenvolver outras vertentes das culturas aquíferas, incluindo fazendas de esturjão”, acrescentou a autoridade local.

Os especialistas garantem que a produção profissional de esturjão só é lucrativa para as grandes companhias. “A empresa em Volgogrado aumenta a produção de caviar todos os anos, como resultado de uma análise e gestão eficazes, uso de tecnologias inovadores e investimentos pesados”, explicam.

Na região de Vologda, 82 toneladas de carpa e 51 toneladas de esturjão foram pescadas apenas em 2013. A organização de pesca produziu quase 1.500 toneladas de peixes de água doce, o que corresponde a um crescimento de 22% ano a ano.

 

Publicado originalmente pela agência ITAR-TASS

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.