Empresa russa vende participação em projeto de minério de ferro no Amapá

Há dois anos, a Severstal adquiriu uma participação de 25% no Amapá da SPG Mineração, que tem licença de exploração da jazida Foto: ITAR-TASS

Há dois anos, a Severstal adquiriu uma participação de 25% no Amapá da SPG Mineração, que tem licença de exploração da jazida Foto: ITAR-TASS

Segundo diretor-geral adjunto para a economia e finanças da Severstal, Aleksêi Kulichenko, o atual programa de investimento da empresa não prevê quaisquer projetos “greenfield”, ainda muito incipientes.

A empresa russa Severstal vendeu sua participação de 25% em um projeto de exploração de minério de ferro no Amapá, no Norte do Brasil, e a opção de compra de outros 50%, disse o diretor-geral da empresa, Aleksêi Mordachov, à agência Bloomberg.

No final de agosto passado, o diretor-geral adjunto para a economia e finanças da Severstal, Aleksêi Kulichenko, afirmara que a empresa havia recuado do plano de exploração de minério de ferro no Brasil. Segundo ele, o atual programa de investimento da Severstal não prevê quaisquer projetos “greenfield”, ainda muito incipientes.

Há dois anos, a Severstal adquiriu uma participação de 25% no Amapá da SPG Mineração, que tem licença de exploração da jazida.

 

Publicado originalmente pelo site 1prime.ru

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.