Empréstimos externos podem aumentar para US$ 10 bilhões

Pelos planos atuais, Ministério das Finanças pretende arrecadar 7 bilhões de dólares por ano até 2016 Foto: Alamy/LegionMedia

Pelos planos atuais, Ministério das Finanças pretende arrecadar 7 bilhões de dólares por ano até 2016 Foto: Alamy/LegionMedia

Reforço será necessário para cumprir as metas do atual Plano Anual de Financiamento do governo.

O volume de empréstimos privados externos da Rússia pode crescer até US$ 10 bilhões se o governo encontrar dificuldades para cumprir os planos de aumento de financiamentos internos entre 2015 e 2017, informou o  ministro das Finanças, Anton Siluanov aos jornalistas nesta semana.

Sob o atual Plano Anual de Financiamento do Tesouro Nacional, o Ministério das Finanças pretende arrecadar 7 bilhões de dólares por ano até 2016.

Mas as autoridades também pretendem aumentar contração líquida de empréstimos internos, que se refere a todos os empréstimos menos resgates, dos atuais 400 bilhões de rublos (US$ 12,4 bilhões) neste ano para quase o dobro até 2016.

“Porém, se percebermos que será difícil aumentar a quantidade de empréstimos internamente, não descarto que, para melhorar a eficiência da nossa política de dívida pública, poderíamos entrar em mercados estrangeiros com um volume ligeiramente maior de empréstimos”, disse Siluanov.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.