Governo lança benefícios fiscais para petrolíferas

Medida pretende conter queda da produção, uma vez que país se aproxima da capacidade máxima de produção nas reservas da Sibéria ocidental Foto: AP

Medida pretende conter queda da produção, uma vez que país se aproxima da capacidade máxima de produção nas reservas da Sibéria ocidental Foto: AP

Exploração de novas aéreas, inclusive campos profundos de difícil extração, visa substituir reservas esgotadas e manter ritmo de produção atual.

As autoridades têm expectativa de explorar novas reservas, uma vez que o país se aproxima da capacidade máxima de produção em seus depósitos de petróleo na Sibéria ocidental, em torno de 10,5 milhões de barris por dia.

Na esperança de manter esse ritmo pela próxima década, o governo lançou esta semana um pacote de benefícios fiscais para estimular o trabalho nos vastos campos submarinos ainda inexplorados.

Estima-se que tais reservas contenham mais de 100 bilhões de toneladas de hidrocarbonetos, o equivalente a cerca de 25 anos do atual consumo global de petróleo.

O novo regime fiscal, que entrará em vigor a partir de 2014, será aplicado tanto aos depósitos de petróleo como gás.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.