PayPal fará transações em rublos a partir de setembro

PayPal foi adquirido pelo eBay por US$ 1,5 bilhão em outubro de 2002 Foto: Reuters

PayPal foi adquirido pelo eBay por US$ 1,5 bilhão em outubro de 2002 Foto: Reuters

No dia 17 de setembro, maior sistema mundial de pagamentos começará a operar com rublos. Uma vez que o PayPal pertence ao eBay, a novidade vai simplificar as operações comerciais dos cidadãos russos no site de leilões on-line. No entanto, é pouco provável que venha a reforçar a posição da PayPal na Rússia, onde o sistema está em quarto lugar, depois do Yandex.Dengi, Qiwi.Wallet e WebMoney.

Em entrevista ao site Digit.ru, o diretor regional da PayPal na Rússia, Vladímir Maluguin, disse que, a partir do dia 17 de setembro, os usuários russos já poderão fazer compras em rublos pelo PayPal, bem como efetuar transferência de fundos em moeda local para as contas de quase todos os bancos nacionais. Até agora, todas as operações da PayPal na Rússia eram realizadas em dólar. 

De acordo com os participantes do mercado russo de comércio eletrônico, o funcionamento pleno da PayPal é, antes de mais nada, um grande acontecimento para as transações efetuadas em lojas on-line estrangeiras. Em 2012, o volume de compras no estrangeiro aumentou 50% e totalizou cerca de US$ 1,36 bilhões, avalia o Data Insight.

O fundador do Wikimart, Maksim Faldin, garante que os clientes do eBay na Rússia estavam à espera dessa novidade. “Se o comércio eletrônico está crescendo à taxa de 30% ao ano, o comércio internacional cresce a uma taxa entre 40 e 50%, e o seu player principal, o eBay, cresce ainda mais rápido”, diz.

Além disso, o responsável do eBay na Rússia, Vladímir Dolgov, disse em abril passado que o volume de negócios do eBay no país durante o ano de 2012 aumentou mais de 54%, atingindo os US$ 400 milhões – enquanto o volume de negócios do site de leilões on-line em todo o mundo gira em torno de US$ 75 bilhões.

A consultoria J’son & Partners registrou um crescimento de 72% no volume de negócios em moeda eletrônica no mercado interno ao longo de 2012. Porém, o PayPal não está na liderança do setor. No primeiro semestre de 2013, 17% dos russos com idade entre 18 e 45 anos e moradores de cidades com população de, pelo menos, 800 mil pessoas, recorreram ao sistema de Yandex-Dengi; 14% ao Qiwi.Wallet; 13%, ao WebMoney; 9% ao PayPal e 6% ao Dengi@Mail.ru.

“O PayPal não deve contar com forte crescimento da sua base de clientes em um futuro próximo, uma vez que o mercado dos sistemas de pagamento na Rússia já está há muito tempo dividido entre os principais atores do mercado”, diz o vice-presidente sênior do Bin Bank, Kamal Bushey. “Além disso, o Qiwi, o Yandex.Dengi e outros sistemas de pagamento têm uma vantagem: eles permitem que você pague conta do celular, multas e contas de serviços municipais, prestação de serviços e empréstimos.”

Maluguin acrescenta que o PayPal está em negociações com grandes varejistas on-line da Rússia, mas não deu detalhes sobre a lista de potenciais parceiros. Sabe-se apenas que o hipermercado Ozon.ru é um dos possíveis parceiros do sistema de pagamento.

Para a utilização do serviço, o PayPal cobra das lojas uma comissão na ordem de 2,5 a 3% por transação. “Neste momento, é pouco provável que as lojas russas estejam interessadas nisso, já que 90% dos clientes pagam as suas compras em dinheiro. Quando o mercado começar a operar com dinheiro virtual, e isso vai acontecer ao longo dos próximos cinco anos, esse sistema se tornará relevante”, explica Faldin.

 

Publicado originalmente pelo Kommersant

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.