Governo reduz novamente estimativa de crescimento do PIB para 2013

O Banco Central estima que o PIB russo não crescerá mais do que 2% este ano Foto: PhotoXPress

O Banco Central estima que o PIB russo não crescerá mais do que 2% este ano Foto: PhotoXPress

Abrandamento do crescimento econômico tem como pano de fundo a fuga acelerada de capitais e o declínio na produção industrial.

O Ministério do Desenvolvimento Econômico cortou sua previsão para o crescimento do PIB russo em 2013 de 2,4% para 1,8%. O anúncio foi feito pelo vice-ministro do Desenvolvimento Econômico da Rússia, Andrêi Klepatch, segundo informou a agência de notícias Interfax.

Há poucos dias,  a pasta já havia cortado a previsão de crescimento da economia de 3,6% para 2,4%.

O ministério reduziu ainda suas estimativas para o crescimento da produção industrial de 2% para 0,7%. A estimativa para a saída de capitais foi reajustada de US$ 30 bi para US$ 70 bi.

A previsão de crescimento econômico do país em 2014 caiu de 3,7% para algo entre 2,8% e 3,2%. Segundo a agência RIA Nóvosti, a previsão para 2015 foi cortada de 4,1% para algo entre 3,2% e 3,4%, enquanto, em 2016, de 4,2% para algo entre 3,3% e 3,7%.

O Banco Central também estima que o PIB russo não crescerá mais do que 2% este ano. Em seu relatório sobre a política monetária divulgado em julho passado, a instituição afirmou  que a economia russa sofre uma desaceleração devido à baixa dos preços do petróleo, à crise na zona do euro, que dificulta as exportações, e a outros fatores externos.

Em meados de agosto, o ministério informou ter revisto os dados do crescimento econômico no primeiro semestre deste ano e baixou suas estimativas de 1,7% para 1,4%. Para efeito de comparação, no primeiro semestre de 2012, o PIB da Rússia cresceu 4,5%

O abrandamento do crescimento econômico tem como pano de fundo a fuga acelerada de capitais e o declínio na produção industrial. Assim, no primeiro semestre deste ano, o crescimento da produção industrial foi nulo enquanto a fuga de capitais do pais somou algo entre US$ 45 bi e US$ 47 bi.

 

Publicado originalmente pela Lenta.ru 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.