Rússia aumenta reserva de ouros em 0,3 toneladas

Rússia tem a sétima maior participação de ouro do mundo Foto: Shutterlock / Legion Media

Rússia tem a sétima maior participação de ouro do mundo Foto: Shutterlock / Legion Media

Economias emergentes demonstram interesse em possuir ouro como parte de suas reservas.

A Rússia, a Ucrânia e o Azerbaijão estão entre os oito países que aumentaram suas reservas de ouro em junho passado, mostraram os dados apresentados pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), refletindo um forte interesse das economias emergentes de possuir ouro como parte de suas reservas.

Os dados mostraram que as reservas de ouro russas subiram 0,3 toneladas para um total de 996,4 mil toneladas em junho, representando o nono aumento mensal consecutivo. A Rússia tem a sétima maior participação de ouro do mundo, com exceção dos países do FMI.

Turquia, Alemanha e sete outros países, no entanto, suprimiram algumas de suas explorações de metais preciosos no mês passado.

Os preços de ouro cairam para US$ 1,180 a onça no final de junho, configurando uma queda de cerca de US$ 1.700 no início deste ano. O ouro à vista caiu 1%, para US$ 1,320, na última sexta-feira (26).

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.