Companhias aéreas russas vão contratar pilotos estrangeiros

Cota para pilotos estrangeiros será proporcional ao volume de voos e passageiros das companhias Foto: Shutterstock

Cota para pilotos estrangeiros será proporcional ao volume de voos e passageiros das companhias Foto: Shutterstock

Medida vai reduzir os custos das grandes operadoras, como Aeroflot, Transaero e Sibir.

Pilotos estrangeiros serão recrutados para trabalhar nas companhias aéreas russas, e quanto mais passageiros e carga uma companhia transportar, mais estrangeiros poderá contratar, de acordo com um plano projeto divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico.

De acordo com o plano, o Ministério dos Transportes da Rússia irá autorizar o número de contratações de pilotos estrangeiros com base na atividade da companhia no ano anterior.

As cotas para estrangeiros, o que permitirá às companhias aéreas recrutar até 200 pilotos a cada ano, veio depois de reclamações de linhas aéreas sobre a ausência de profissionais qualificados, especialmente durante os meses de verão.

A medida deve reduzir os custos das companhias aéreas para grandes operadoras como Aeroflot, Transaero e Sibir.

"Os preços vão cair ainda mais se o governo se comprometer a trabalhar questões delicadas como o cancelamento do imposto sobre voos domésticos e permitir que as companhias aéreas contratem pilotos estrangeiros", disse o vice-presidente da Duma, Serguêi Neverov, citado pela agência de notícias RBC.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.