Brics devem coordenar esforços contra a alta do dólar, diz porta-voz de Dilma

Segundo a agencia EBC, a presidente brasileira irá telefonar para o presidente da Rússia, Vladímir Pútin Foto: AP

Segundo a agencia EBC, a presidente brasileira irá telefonar para o presidente da Rússia, Vladímir Pútin Foto: AP

"Concordamos que os países do Brics devem coordenar seus esforços e analisar mais cuidadosamente as consequências da valorização do dólar para os mercados financeiros", disse Thomas Traumann.

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, pretende discutir com os líderes dos países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) uma possível ação coordenada em relação à valorização do dólar.

O anúncio foi feito na última segunda-feira (24) pelo porta-voz da presidente brasileira, Thomas Traumann.

Segundo Traumann, na segunda, Dilma conversou por telefone com o presidente da China, Xi Jinping.

"Concordamos que os países do Brics devem coordenar esforços e analisar mais cuidadosamente as consequências da valorização do dólar para os mercados financeiros", disse o porta-voz da presidente brasileira.

A respectiva estratégia dos países do Brics será elaborada durante uma reunião de ministros das finanças e presidentes dos bancos centrais do Brics em julho deste ano na Rússia, acrescentou o responsável.

Segundo a agencia EBC, a presidente brasileira irá telefonar para os presidentes da Rússia, Vladímir Pútin, da Índia, Pranab Kumar Mukherjee, e da África do Sul, Jacob Zuma, para discutir o assunto.

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.