Rússia está entre as 15 nações com mais milionários no mundo, aponta pesquisa

Oligarca russo Roman Abramovitch (centro) e seu filho Arcádi (esq.) ocupam um dos primeiros lugares na lista das famílias multimilionárias russas Foto: ITAR-TASS

Oligarca russo Roman Abramovitch (centro) e seu filho Arcádi (esq.) ocupam um dos primeiros lugares na lista das famílias multimilionárias russas Foto: ITAR-TASS

Já entre os multimilionários, com mais de US$ 100 milhões, país ocupou o 10º lugar.

A Rússia ocupa a 13a posição mundial em número de famílias com fortunas de mais de US$ 1 milhão, de acordo com recente estudo do BCG (Boston Consulting Group).

São 180 mil famílias vivendo nestas condições no país.

Entre os três líderes estão EUA, Japão e China. Conforme o prognóstico do BCG, os últimos trocarão de posição neste ano.

No mundo, são 13,8 milhões de famílias milionárias, o que representa 0,9% do total. Na Rússia, a parcela é três vezes menor que a mundial –0,3%. A maior concentração de milionários é observada no Catar, na Suíça e no Kuwait. Lá, de cada cem famílias, de 11 a 14 possuem grandes fortunas.

De acordo com os dados do BCG, a Rússia passou à frente de países como o Brasil,  a Áustria e a região administrativa especial de Hong Kong e ocupou a 10ª posição em quantidade de famílias multimilionárias: são 328 famílias russas com fortunas de mais de US$ 100 milhões. Os EUA, líder absoluto, tem quase dez vezes mais famílias nessa categoria –3.016.

Bens privados

Em 2012, o valor dos bens privados na Rússia chegou a US$ 1,6 trilhões, um aumento de 16,8% em relação aos números anteriores. A mudança do indicador mundial acabou sendo duas vezes mais modesta, de 7,8% (chegando a US$ 135,5 trilhões).

No ano passado, a fortuna das famílias russas com mais de US$ 100 milhões aumentou em 19,6%; já a dos que possuem de US$ 5 milhões a US$ 100 milhões cresceu em 26,1%.

 

Publicado originalmente pelo RBC Daily

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.