Mídia impressa russa registra queda na receita com anúncios no primeiro trimestre

Foto: ITAR-TASS

Foto: ITAR-TASS

Nos três primeiros meses do ano, anunciantes gastaram um total de 8,3 bilhões de rublos com publicidade em jornais e revistas, montante 5% menor do que o gasto no mesmo período de 2012.

Especialistas da Associação das Agências de Comunicação da Rússia estimaram que, no primeiro trimestre deste ano, os anunciantes gastaram um total de 8, 3 bilhões de rublos com publicidade em jornais e revistas, montante 5% menor do que o gasto no mesmo período de 2012.

A mídia impressa é a única que apresentou um decréscimo nos rendimentos no início do ano. Nos três primeiros meses de 2013, o mercado publicitário na Rússia cresceu em 14%, alcançando 71 bilhões de rublos.

A receita dos anúncios promocionais é a que está despencando mais rapidamente: registrou queda de 11%, chegando a um montante de 2,4 bilhões de rublos. A queda se acentuou visivelmente: no ano passado inteiro, a receita da mídia promocional diminuiu apenas em 1%. No primeiro trimestre, os jornais e revistas haviam perdido 2% da receita obtida com publicidade.

Aleksander Efremov, especialista do centro analítico Video International, afirma que o principal motivo da queda dos rendimentos é uma lei que proíbe a publicidade de bebidas alcoólicas, que entrou em vigor em janeiro.

Vladislav Gemst, diretor geral adjunto da editora Komsomolskaya Pravda e Viktor Shkulev, presidente da Hearst Shkulev, concordam com ele. De acordo com a avaliação de Gemst, a publicidade de bebidas alcoólicas era responsável por até 5% da receita com publicidade dos jornais e até 20% da receita das revistas.

Outros anunciantes praticamente não aumentaram os seus orçamentos com anúncios, o que aponta para uma estagnação do mercado.

Os editores não acham que a situação vai melhorar no segundo trimestre. A partir de junho,  entrará em vigor uma nova proibição que afetará jornais e revistas, agora em relação à propaganda de cigarros.

Shkulev contou que os fabricantes de cigarros estão investindo mais alto nestas últimas semanas em que há a possibilidade de promover os seus produtos na mídia impressa, o não deve compensar a queda das receitas em junho.

De acordo com a avaliação de Gemst, os cigarros são responsáveis por 2% a 3% das receitas de publicidade dos meios de comunicação.

 

Publicado originalmente pelo Vedomosti 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.