Acer anuncia meta de abocanhar 25% do mercado russo de tablets

Acer respondeu por 10% do mercado russo de tablets em 2012 Foto: Reuters

Acer respondeu por 10% do mercado russo de tablets em 2012 Foto: Reuters

Neste ano, a fabricante de computadores taiwanesa, Acer, planeja tomar 25% do mercado russo de tablets, atualmente dominado pelas empresas Samsung e Apple. Especialistas acreditam que objetivo é pouco realista, mesmo com a ajuda intensificação das campanhas publicitárias.

Em entrevista ao jornal russo “Kommersant”, o presidente da Acer, Jim Wong, contou ao que este ano a empresa planeja aumentar substancialmente a venda de tablets na Rússia. “Queremos duplicar o volume de vendas na segunda metade do ano, em comparação com o primeiro semestre de 2013, e gostaríamos de ver a nossa participação no mercado russo chegar a mais de 25%”, declarou Wong. Apesar de dizer que a estratégia de cooperação com os varejistas na Rússia não vai mudar neste ano, o presidente da Acer acrescentou que  a fabricante está planejando novas parcerias de publicidade, inclusive com grifes, pelo mundo inteiro.

“A tarefa é factível e estamos trabalhando nela. Em breve começarão as remessas dos novos modelos”, diz Denis Kutnikov, diretor-geral do escritório russo da Acer. Além do lançamento de um tablet de 8 polegadas para Windows 8, em 4 de junho, as vendas estarão focadas nos modelos Iconia A1 Android, de 7,9 polegadas, e o modelo atualizado com 7 polegadas do Iconia B1.

Em março deste ano, o instituto de pesquisa GfK informou que foram vendidos 7,5 mil tablets para os sistemas Windows RT e Windows 8 na Rússia; nesse segmento, a parcela que coube a Acer foi de 35%. Mesmo assim, no primeiro trimestre, a Acer se manteve nos  3% na classificação geral. Segundo os dados da varejista russa Euroset, os aparelhos Samsung (25%) e Apple (19%) foram os mais vendidos nesse período.

“Em 2011, a Acer ocupou 11% do mercado de tablets russo e, em alguns meses de 2012, a esse número caiu para 10%”, lembra Kutnikov. No ano passado, foram vendidos na Rússia 3,15 milhões de tablets, dos quais 5,3% eram da marca. Pelas previsões do diretor, este ano serão vendidos de 6 a 6, 5 milhões de tablets, dos quais de 100 a 200 mil dispositivos serão para Windows.

Uma fonte do “Kommersant” ligada à grande fabricante de produtos eletrônicos considera irreal a possibilidade de a Acer abocanhar mais de 25% do mercado de tablets na Rússia em 2013.

No primeiro trimestre de 2013, a Acer não conseguiu entrar para o top dos cinco maiores produtores de tablets do mundo, mesmo considerando que na Rússia seus negócios estão significativamente melhores. “A participação da Acer, por enquanto, é inferior a 8%, e não são observadas tendências para um aumento acentuado”, completa o editor-chefe da Hi-Tech Mail.Ru, Anton Spiridonov. “A diversidade de produtos é pequena. É provável que a empresa esteja contando com os produtos novos Iconia B1 e o recém-anunciado Iconia A1, mas seria um milagre a Acer passar à frente da Asus e alcançar, pelo menos, dois dígitos até o final do ano”, arremata Spiridonov.

De acordo com a empresa de pesquisas International Data Corporation (IDC), a Acer é um dos cinco principais líderes do mercado mundial de dispositivos móveis do tipo tablet. As posições nesse segmento ficaram distribuídas da seguinte forma em 2012: Samsung (22%), Apple (19,1%), Asus (6,6%), a teXet (4,7%) e Acer (4,6%).

 
Publicado originalmente pelo Kommersant

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.