Consumo on-line cresce de 30 a 40% ao ano

Acesso facilitado à internet impulsiona e-commerce na Rússia Foto: AFP / East News

Acesso facilitado à internet impulsiona e-commerce na Rússia Foto: AFP / East News

Volume total de compras pela internet feitas por russos em 2012 é estimado em US$ 25,4 bilhões. Entre as causas do aumento, estão maior acesso à rede e preços mais baixos dos produtos enviados diretamente do exterior.

O estudo “Características e tendências do desenvolvimento do comércio não convencional na Rússia”, conduzido pelo instituto SPB HSE, demonstrou que ao longo dos últimos anos os russos passaram a fazer compras pela internet com maior frequência. Em muitos casos, as compras são inclusive enviadas diretamente do exterior, apesar dos problemas com mercadorias presas nos terminais da capital.

As cifras são impressionantes: durante os anos 2000 o comércio eletrônico cresceu a um ritmo médio de 30 a 40% ao ano. Em 2010, o volume total de compras on-line foi estimado em US$ 7,1 bilhões, enquanto no ano passado esse número chegou até a US$ 25,4 bilhões.

Em primeiro lugar, isso se deve à propagação da internet por todo o território nacional. A mais recente pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa de Opinião Pública (VTsIOM) constatou que 59% dos cidadãos russos utilizam regularmente a rede.

Mesmo inferior a outros países, esse índice vem apresentando uma taxa de crescimento vertiginosa e, segundo os especialistas, a Rússia irá alcançar os principais países europeus nos próximos cinco a sete anos.

A média de gasto com compras online gira em torno de US$ 209 por ano, valor que dobrou desde o ano passado. Além disso, a preferência por produtos importados é resultado da comparação de preços no país e no exterior, que costumam oferecer sobretudo produtos eletrônicos a valores mais baixos.


Publicado originalmente pelo Kommersant
 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.