Samsung Galaxy S4 bate recordes de vendas

Pré-venda global do Galaxy S4 superou em 4 vezes sua versão anterior Foto: RIA Nóvosti / Anton Tuchin

Pré-venda global do Galaxy S4 superou em 4 vezes sua versão anterior Foto: RIA Nóvosti / Anton Tuchin

Lançado três dias antes na Rússia em comparação aos EUA, novo smartphone vendeu mais de 15 mil unidades só nesse período.

As vendas do novo smartphone Galaxy S4, da Samsung, foram iniciadas na noite do último dia 26 de abril e, de acordo com o Mobile Research Group, foram comercializados mais de 15 mil aparelhos nos primeiros dias. “Isso é um recorde para um equipamento desse preço. Nos primeiros dias, o iPhone 5 teve resultados de vendas substancialmente piores, mas veremos os totais pelos resultados da semana”, disse o analista sênior do grupo de pesquisa Eldar Murtazin.

O Galaxy S4 custa na Rússia entre US$ 960 (modelo com 16 Gb de memória) e US$ 1.180 (com 64 Gb).

O modelo anterior da Samsung, o Galaxy S3, tornou-se o primeiro Smartphone coreano a bater o iPhone em vendas globais. Durante a pré-venda do Galaxy S4, o aparelho conseguiu ainda superar em quatro vezes os 9 milhões de pedidos do seu antecessor, segundo dados da própria Samsung.

O sucesso na Rússia é explicado também pelo treinamento e pacote oferecido pela Samsung aos operadores e às redes de varejo, que lidam diretamente com os clientes finais. Por exemplo, a empresa coreana fez um acordo com um dos principais operadores russos de telefonia móvel, a MTS, para que os compradores do novo smartphone não paguem pelas ligações durante um ano.

“Os proprietários de smartphones modernos gastam quatro vezes mais com ligações do que os usuários de smartphones comuns, e é melhor atrair estes usuários com antecedência e mantê-los em sua rede.”, justifica a representante da operadora,  Irina Agarkova.

Para a Samsung, o mercado russo demonstra grande potencial de crescimento. “Em três dias, foram vendidos o mesmo número de aparelhos comprados nos EUA”, explicou uma fonte ligada à empresa ao justificar por que as vendas começaram antes na Rússia.

De acordo com a maior rede de varejo de celulares, Euroset, no primeiro trimestre de 2013, os smartphones foram responsáveis por 40,6% das vendas de todo o mercado de telefonia russo e 78,2% em termos de volume de dinheiro. A venda desses aparelhos cresceu em 34,1% em relação ao mesmo período de 2012.

 

Publicado originalmente pelo Vedomosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.