Renda anual de Medvedev supera a de Pútin

Primeiro-ministro Medvedev também ganhava menos quando era presidente Foto: AP

Primeiro-ministro Medvedev também ganhava menos quando era presidente Foto: AP

Titulares de cargos públicos russos declararam seus bens e rendimentos obtidos em 2012. O homem mais rico do governo é o primeiro vice-primeiro-ministro Ígor Chuvalov, com cerca de R$ 14 milhões.

Em 2012, o presidente Vladímir Pútin ganhou aproximadamente R$ 6 milhões, dois milhões a mais do que em 2011, enquanto a renda anual de sua esposa diminuiu de R$ 28 mil em 2011 para R$ 7.600 no ano passado. Em dezembro de 2011, também foi constatado que o casal Pútin tinha 14 contas bancárias e que então primeiro-ministro havia ganhado quase R$ 1,1 milhão em quatro anos.

Ao contrário da atual primeira dama, a esposa do primeiro-ministro Dmítri Medvedev, Svetlana Medvedev, não possui renda fixa e suas propriedades se restringem a duas vagas de estacionamento com 16 m²cada e um Golf. O marido, por sua vez, possui dois carros russos da marca GAZ e embolsou, em 2012, aproximadamente R$ 6 milhões, embora um pouco mais que o presidente.

Cabe lembrar que na época em que primeiro ministro, Pútin também ganhava mais do que o então presidente Dmítri Medvedev.

Entretanto, o homem mais rico do governo é o primeiro vice-primeiro-ministro Ígor Chuvalov. Em 2012, ele faturou cerca de RS$ 14 milhões, quantia semelhante à obtida por sua mulher. Há algum tempo, alguns veículos ocidentais anunciaram a filiação de Chuvalov a vários grupos financeiros, embora o governante tenha rejeitado as suposições.

O ano de 2012 também foi bom para o ministro da Defesa, Serguêi Choigu, que ganhou três vezes a mais do que em 2011, quando chefiava o Ministério para Situações de Emergência.

 

Publicado originalmente pela ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.