Rússia deverá permitir pilotos estrangeiros

Emendas ao código de aviação pretendem reduzir déficit de profissionais qualificados no país.

O Ministério dos Transportes da Rússia propôs alterações ao código de aviação do país para permitir que pilotos estrangeiros trabalhem na Rússia.

Atualmente, todos os pilotos e comissários de bordo em companhias aéreas russas devem ser cidadãos do país, elevando os salários e causando um déficit de cerca de 200 pilotos.

O ministério propõe um contingente anual de pilotos estrangeiros, já que treinar novos profissionais levaria, em média, de 5 a 7 anos.


Publicado originalmente pelo Vedomosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.