Rússia apresenta sistema antiaéreo ‘de baixo custo’

Novo modelo é baseado no anterior e mais potente S-400

Novo modelo é baseado no anterior e mais potente S-400

Vitáli Nevar/TASS
Novo sistema será capaz de abater caças da quinta geração, embora a uma distância de 60 km, em vez dos 250 km do S-400.

Os militares da Rússia e da Coreia do Sul criaram uma versão de baixo custo do sistema de defesa antiaérea S-400 Triumf, que, por ser capaz de abater caças de quinta geração e mísseis hipersônicos, é considerado um dos melhores de sua classe. A nova versão foi apresentada ao público durante exposição Army-2017, ocorrida nos arredores de Moscou, e foi batizada de S-350 Vítiaz (Cavaleiro, em russo).

Há uma série de diferenças, porém, entre o novo sistema e seu irmão mais velho. Para começar, o S-400 do Exército russo é capaz de derrubar todos os alvos aéreos a uma distância de até 250 km, incluindo caças, bombardeiros estratégicos e mísseis, entre outros. A nova versão pode fazer o mesmo, mas apenas a 60 quilômetros de distância.

S-400 Triumf (Foto: mil.ru)S-400 Triumf (Foto: mil.ru)

Além disso, o sistema mais econômico não possui sistemas de apoio contra mísseis balísticos, entre eles Pantsir e Tor-M2. Por isso, segundo os desenvolvedores, se uma série de mísseis inimigos conseguir ultrapassar a primeira bateria de S-350, outros sistemas de defesa antimísseis terão que se unir para reduzir as ameaças aéreas.

Atualmente, o novo sistema S-350 Vítiaz está em fase de testes de combate, que serão finalizadas ainda neste ano..

“A empresa reúne estatísticas sobre como funciona o sistema enquanto derruba alvos reais em diferentes condições climáticas. Ao mesmo tempo, estamos testando três tipos diferentes de mísseis para o sistema S-350”, explica Viatcheslav Dzikaln, vice-diretor de atividade econômica estrangeira na Almaz-Antéi.

S-400 Triumf (Foto: mil.ru)S-400 Triumf (Foto: mil.ru)

De acordo com a empresa, o desenvolvimento do S-350 foi baseado em trabalhos anteriores conduzidos pela Coreia do Sul para o seu lançador de mísseis superfície-ar KM-SAM, criado com a ajuda da própria Almaz-Antéi. É por esse motivo que a tecnologia do Vítiaz é semelhante à do sistema coreano e usa o mesmo radar para identificar alvos no ar. No entanto, o S-350 possui diferentes mísseis e lançadores.

Aplicações do S-350

O novo sistema é capaz de defender infraestrutura básica, como cidades, bases militares, fábricas e etc. Além disso, poderá destruir alvos a uma distância de 60 km, e entre 10 e 30 km de altitude.

O kit básico do S-350 inclui um lançador de mísseis, um centro de controle de combate e um radar multifuncional. Cada sistema possui 12 mísseis, e toda divisão de S-350 é composta por 8 lançadores de mísseis (com 12 mísseis antibalísticos cada).

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.