Tulip, o morteiro mais pesado do mundo; assista ao vídeo

Russian Federation Armed Forces serviceman by a self-propelled 240 mm mortar Tyulpan during the exercise of missile and artillery units of the fifth army of Eastern Military District in Primorski Krai.

Russian Federation Armed Forces serviceman by a self-propelled 240 mm mortar Tyulpan during the exercise of missile and artillery units of the fifth army of Eastern Military District in Primorski Krai.

Sergey Orlov/RIA Novosti
Com calibre de 240 mm, arma destrói edifícios fortificados a 20 km de distância.

Fonte: YouTube/Ministério da Defesa da Rússia

Projetado em 1975, o morteiro autopropulsado 2S4 Tiulpan (Tulipa, em russo) foi usado em conflitos no Afeganistão e na Tchetchênia, e é atualmente o mais pesado do mundo.

Para que entre em posição de disparo são necessários cinco tripulantes, mas o morteiro pode rapidamente mudar sua localização depois de lançar um ataque contra o inimigo.

Além do mais, a arma de calibre 240 mm é capaz de destruir edifícios fortificados e blindados do inimigo a uma distância de até 20 quilômetros. Em termos de armamento, o 2S4 dispara projéteis Smel'chak (do russo, destemido) guiados por laser.

O Exército russo dispõe hoje de mais de 400 unidades do morteiro, que estão gradualmente voltando a serviço, inclusive no conflito sírio.

Vídeo fornecido pelo Ministério da Defesa russo

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.