Quantos espiões estrangeiros o FSB capturou em 2016?

Eugene Odinokov/RIA Novosti
Número foi revelado em reunião de Pútin com cúpula do Serviço Federal de Segurança.

Sede do FSB, órgão que substituiu a KGB Foto: Evguêni Odinokov/RIA NôvostiSede do FSB, órgão que substituiu a KGB Foto: Evguêni Odinokov/RIA Nôvosti

A atividade ilícita de serviços secretos estrangeiros em território russo foi tema de uma reunião entre os oficiais da cúpula do Serviço de Segurança Federal (FSB) e o presidente Vladímir Putin, na última quinta-feira (16).

“No ano passado, as atividades de 53 funcionários e 386 agentes de inteligência estrangeira foram frustradas”, disse o presidente russo.

“É importante neutralizar as tentativas dos serviços de inteligência estrangeiros de acessar informações confidenciais, sobretudo no campo do potencial técnico-militar.”

Pútin acrescentou que Moscou deve retomar o diálogo com as agências de inteligência dos EUA e outros países da Otan a fim de estabelecer “um novo nível de cooperação” com os parceiros estrangeiros em esforços antiterroristas.

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?  
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.