Rússia e Bolívia assinam acordo de cooperação militar

Segundo Choigu (foto), evento receberá delegações de mais 80 de países

Segundo Choigu (foto), evento receberá delegações de mais 80 de países

Aleksandr Astafiev/TASS
Ministros da Defesa de ambos os países se encontrar durante Army-2016, que reúne mais de mil empresas do setor. Boliviano elogiou qualidade de armas russas.

Os ministros da Defesa da Rússia e da Bolívia, Serguêi Choigu e Reimi Ferrera, respectivamente, assinaram um acordo de cooperação militar. Embora não se tenha detalhes, sabe-se que a qualidade das armas russas foi destaque na conversa.

“Espero que a assinatura desse acordo seja uma garantia de boas perspectivas para a nossa cooperação militar. Esse documento estabelece uma base jurídica fiável para intensificar a cooperação militar e, esperamos, a cooperação técnico-militar no futuro”, disse Choigu, em cerimônia de assinatura nesta terça-feira (6).

“Para nós, a Rússia é um país fraterno, com o qual temos excelentes relações”, disse  Ferrera, ao transmitir as “saudações cordiais” do presidente boliviano Evo Morales.

O incremento da cooperação militar é importante para a Bolívia por várias razões, segundo o ministro, entre elas a atualização de armas.

O encontro entre os chefes da pasta de Defesa ocorreu às margens do fórum técnico-militar internacional Army-2016, evento que reúne mais de mil empresas do setor e delegações de mais de 80 países em Moscou.

“Espero que você tenha a oportunidade de ver e escolher qualquer coisa para o seu Exército”, disse Choigu.

O Army-2016, que também apresenta inovações russas na área de robótica, acontece até 11 de setembro. Clique aqui para saber mais detalhes sobre o evento.

Publicado originalmente pela agência de notícias Tass

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail?
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.